Perda de libido: conheça as principais causas e soluções

Fale Conosco Pelo Whatsapp

A saúde plena envolve as várias áreas da nossa vida. Por isso, além do aspecto físico e mental, problemas como a perda de libido, que afetam a sexualidade, causam um impacto negativo em nosso bem-estar.

E como aqui no Silicone Center nós nos preocupamos também com a saúde da mulher, vamos tratar deste assunto neste post.

Então se você está percebendo que sua vida sexual já anda um pouco mais complicada e que a libido está desaparecendo, continue a leitura!

O que é a perda de libido?

A diminuição ou perda de libido é uma redução no impulso sexual.  Este é um problema relativamente frequente, pois atinge entre 15 e 35% das mulheres.

Vale a pena destacar que é normal a intensidade do desejo sexual variar ao longo de diversas etapas da vida.

Porém, quando esta situação é persistente, é importante buscar ajuda para identificar as causas do problema e obter tratamento.

Quais são as causas da perda de libido?

A perda de libido pode ser causada por diversos fatores, tanto físicos quanto psicológicos. Então, é importante que você conheça os principais:

Causas físicas para a perda de libido

Distúrbios hormonais

Entre as principais causas orgânicas para a perda de libido temos alterações e distúrbios hormonais.

No homem, o hormônio mais importante para o desejo sexual é a testosterona. Porém, no corpo da mulher, é o estrogênio quem desempenha esse papel.

Portanto, se o desejo sexual desapareceu, o tempo está passando e ele não volta, é importante avaliar como andam os hormônios.

Além disso, o próprio anticoncepcional que muitas mulheres tomam pode gerar um desequilíbrio na produção hormonal e levar à perda de libido.

Doenças crônicas

Algumas doenças crônicas também têm um impacto negativo sobre o apetite sexual. Assim, entre os exemplos, temos diabetes e hipertensão arterial.

No entanto, muitas outras doenças têm este efeito, seja devido ao próprio problema de saúde ou porque o medicamento impacta na saúde sexual.

Então, caso perceba a falta de desejo persistente, procure seu médico e questione-o a respeito do efeito desta doença sobre a libido.

Menopausa e perda de libido

Embora nem todas as mulheres se queixem de perda de desejo após a menopausa, essa mudança pode causar a queda da libido.

Mais uma vez, o principal fator relacionado a este problema é a alteração na produção de hormônios. Porém, a dificuldade não se restringe a isso.

Muitas vezes, durante a menopausa, a mulher passa a ter ressecamento vaginal. Sem a devida lubrificação, a relação sexual se torna dolorosa.

Assim, os fatores somam-se uns aos outros, tornando a vida sexual cada vez menos prazerosa e deixando o desejo cada vez mais distante.

Causas psicológicas para a perda de libido

No entanto, boa parte dos casos de perda de libido estão relacionados também aos aspectos psicológicos e emocionais. Vamos falar sobre os principais:

Problemas no relacionamento

Para maioria das mulheres, sexo não é apenas uma questão de pele e química. Ele envolve também sentimentos.

Assim, quando o relacionamento com o parceiro não vai bem, a atração desaparece e leva junto o desejo sexual.

Transtornos mentais

Os transtornos mentais também causam um grande impacto negativo sobre a libido. Entre eles, destacamos o estresse, a depressão e a ansiedade.


Turbinar ou não turbinar

Portanto, quem está enfrentando esses transtornos já tem uma redução do desejo. Além disso, os medicamentos também interferem na libido.

Baixa autoestima e autoconfiança

Embora este problema atinja homens e mulheres, aparentemente elas têm muito mais inseguranças relacionadas ao próprio corpo.

E por mais que as pesquisas mostrem que eles não se importam tanto com aquela celulite, com as estrias e outros “defeitinhos” que nós enxergamos, esses problemas afetam o nosso desejo.

Existem estudos, por exemplo, que mostram que as mulheres melhoraram muito sua vida sexual depois de colocarem prótese de silicone.

Porém, a prótese não realiza nenhuma espécie de mágica. É apenas a autoconfiança das mulheres após o silicone que faz toda a diferença.

Portanto, para melhorar seu desejo e até mesmo a qualidade da vida sexual, cuide da sua autoestima.

Cuide do seu corpo e da sua mente, faça as pazes com o espelho, pratique exercícios.


Aumentar os Seios

Isso pode até não mudar a forma como os homens a vêem, pois não é para isso que devemos mudar (e eles nem se importam com o que nos incomoda).

Porém, se esse autocuidado muda a forma como você se relaciona com sua autoimagem, terá um impacto positivo na sua saúde emocional e sexual.

Como melhorar o desejo sexual e dar um up na libido?

Para finalizar, vamos dar algumas dicas de como você pode aumentar seu desejo sexual. Fique atenta!

1. Faça seus exames de rotina

Procure o médico com frequência para realizar os exames de rotina e monitorar sua saúde.

Assim, você vai verificar seus hormônios e providenciar a reposição imediatamente em caso de alteração.

Desta forma, você evita que distúrbios hormonais causem um impacto significativo em sua vida.

2. Cuide do seu corpo

Não se trata de cuidar apenas da boa forma física, embora ela também seja importante.

Afinal, nosso corpo precisa de alimentação adequada, exercício físico, horas de sono e outros hábitos saudáveis.

Quando tomamos esses cuidados, conseguimos evitar doenças crônicas e os transtornos mentais que já mencionamos.

Assim, haverá um impacto positivo não só na libido, mas na saúde geral.

3. Ame-se

Desenvolva sua autoestima, pois ninguém é tão importante neste mundo quanto você mesma.

Para isso, fique cada vez mais bonita. Você já tem sua beleza, mas se sentirá ainda mais orgulhosa por se tornar uma versão melhor todos os dias.

Então cuide do rosto, do cabelo, da pele. Aprenda a usar maquiagens e roupas que valorizam seus traços e biotipo.

Identifique seus pontos fortes e valorize-os ao se arrumar. Faça as pazes com o espelho e aceite-se!

E se tem alguma coisa no seu corpo que realmente a incomoda, recorra à alimentação, exercícios, procedimentos estéticos e cirurgias para mudar.

Não tenha medo de usar recursos que ajudarão você a se sentir melhor. Seu bem-estar vem em primeiro lugar. 

4. Valorize-se

Alguns relacionamentos podem realmente acabar com sua libido. Mas valorize-se e avalie se a pessoa que está ao seu lado vale o esforço.

Desenvolva suas habilidades de comunicação para que você e seu parceiro consigam entender as necessidades um do outro, aumentando a cumplicidade.

Não se esqueça de que, nesta jornada, é fundamental conhecer melhor seu corpo e entender o que realmente proporciona prazer para os dois.

Aprenda também a falar sobre sexo, sobre o que gosta no momento da intimidade e como deseja ser tocada.

Quanto mais satisfatória for a relação, mais motivos o seu corpo e sua mente terão para reacender o desejo sexual.

A verdade é que a libido é considerada um dos domínios sexuais mais complexos, porque todas as áreas da vida influenciam na manifestação do desejo.

Então, entenda a perda da libido como seu corpo dizendo que você pode e deve ser saudável em várias áreas e que cabe a você mudar hábitos e até mesmo sua mente para alcançar esse estado de plenitude.

Gostou do post? Acredita que ele é importante para mulheres que enfrentam o mesmo problema?

Então compartilhe este conteúdo com elas pelo seu WhatsApp. Assim elas terão acesso ao post e o link ficará salvo para você também consultar depois!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Simulador de Próteses de Silicone Agendar Consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *