Os 7 erros mais comuns após a colocação de prótese de silicone

Compartilhe !

Existem muitos mitos e verdades sobre o que acontece após a colocação de prótese de silicone.

Afinal, algumas mulheres acreditam que vão sentir muita dor e terão um pós-operatório sofrido. Porém, a verdade é que o incômodo costuma ser tão leve que muitas até esquecem de que passaram por uma cirurgia.

Diante disso, muitas mulheres chegam ao pós-operatório com algumas ideias erradas a respeito da recuperação e cometem alguns erros que prejudicam a cicatrização ou tornam esse período mais complicado.

Quer saber que erros são esses? Nós selecionamos os principais. Confira a seguir:

Colocação de prótese de silicone: não cometa esses erros!

Erro 1: Achar que não pode mexer os braços

Como a paciente não deve levantar os braços, algumas mulheres ficam com receio e exageram nesse cuidado.

Assim, elas acreditam que não podem movimentar os braços de jeito nenhum. Deixam completamente colados ao corpo, o que causa incômodo e dificulta a realização de algumas atividades.


Aumentar os Seios

Isso não é verdade. É importante não levantar os braços acima da altura dos ombros ou mesmo torcer o tronco, usando os braços para pegar algo que está atrás do corpo ou do banco do carro, por exemplo.

Porém, atividades que exigem um movimento menos amplo são completamente permitidas. Assim, a paciente consegue tranquilamente escovar seus dentes, lavar o rosto, alimentar-se e tomar banho.

No banho, por exemplo, a paciente só precisará de ajuda para lavar a cabeça. E essa situação não é permanente. Depois de duas semanas ela estará livre até mesmo para levantar os braços.

Erro 2: Não usar os braços para se apoiar

Outro mito que existe quanto ao pós-operatório do silicone é a impossibilidade de se apoiar nos braços para sentar-se, deitar ou levantar.

Realmente, a melhor opção é evitar colocar todo o seu peso sobre eles. Se a paciente tiver a ajuda de alguém para realizar essas ações, elas se tornam mais seguras.

Porém, a paciente pode sim ajudar um pouco com os braços na hora de fazer esses movimentos. É melhor realizá-los com esse apoio cuidadoso do que correr o risco de se desequilibrar.

O desequilíbrio durante esses movimentos é um risco ainda maior. Afinal, para não cair, nós instintivamente utilizamos os braços e, desta vez, de forma abrupta e sem nenhum controle.

Erro 3: Deitar de lado ou de bruços durante o pós-operatório

Muitas pessoas não têm o costume de dormir de barriga para cima. Porém, esse esforço é necessário no pós-operatório do silicone.

Cometer o erro de virar de bruços ou mesmo deitar-se de lado no pós-operatório pode custar caro. Lembre-se de que a prótese ainda não está “colada” aos tecidos naturais da mama.

Assim, ao ficar de lado, a prótese desliza também lateralmente, seguindo a lei da gravidade.

perguntas frquentes prótese de silicone

Portanto, deitar ou dormir de lado pode fazer com que a sua prótese se desloque. E nenhuma mulher deseja ficar com um implante desalinhado em relação ao centro do seio e à aréola.

Então, é melhor não se arriscar. Ficar na posição certa é fundamental para evitar essa complicação e para não comprometer o resultado do procedimento.

Se você tem dificuldade para dormir de barriga para cima, um truque pode ajudar. Use dois travesseiros, deixando a parte de cima do tronco e ombros mais alta do que o restante do corpo.

Caso você não consiga ficar de barriga para cima mesmo com esse truque, vale colocar travesseiros e almofadas dos dois lados do corpo ou até mesmo costurar uma bolinha de tênis de cada lado do pijama. Ao fazer isso, caso se esqueça e tente virar, sentirá imediatamente um incômodo nas costelas. Então, mesmo que esqueça e se vire sem perceber, esse truque vai te ajudar.

Erro 4: Usar sutiã apertado após a colocação de prótese de silicone

O sutiã cirúrgico deve dar sustentação à mama, mas não comprimi-la. Ele já tem um tecido mais grosso e elástico. Porém, quando está no tamanho correto, não há exagero nessa compressão.

Esse é mais um motivo pelo qual é importante não pegar um sutiã emprestado de uma amiga que já colocou silicone. Afinal, o tamanho pode não ser o ideal para outra paciente, que tem medidas diferentes.

O ideal é realmente utilizar o modelo e o tamanho indicados pelo médico, e sempre regulando corretamente na hora do fechamento. Assim, o corpo terá as condições ideais para a circulação do sangue e recuperação dos tecidos.

Erro 5: Não usar a faixa estabilizadora recomendada pelo cirurgião

Nos casos em que o médico recomenda a faixa estabilizadora, ela deve ser usada.

Afinal, trata-se de um acessório indispensável para que a prótese que está em uma posição mais alta volte ao local adequado.

Além disso, a paciente precisa seguir à risca as orientações médicas: tirar esse acessório apenas no momento do banho, colocar na posição correta, usar até para dormir, etc.

Como já explicamos em outro post, tirar e colocar a faixa, além de retardar o posicionamento correto da prótese, pode deixar a loja (espaço interno) mais largo. Portanto, ela não ficará completamente ajustada ao implante.

Erro 6: Ouvir palpites sem consultar seu médico

Às vezes, uma amiga que já colocou silicone, com a melhor das intenções, dá uma dica para a paciente que acabou de fazer o procedimento.

Porém, é preciso lembrar que nem sempre essa dica será adequada às necessidades dessa outra pessoa.

Quer um exemplo? Uma amiga pode dizer: “eu usei fita de silicone para que a minha cicatriz ficasse fininha e discreta”.

Porém, a fita de silicone só é adequada em alguns casos muito específicos, como o surgimento ou tendência a queloides, e em um momento exato da cicatrização.

Usar a fita na hora errada ou sem indicação médica pode fazer o contrário: impedir que a área da incisão produza colágeno, dificultando a cicatrização.

Então, por melhores que sejam as intenções de quem dá uma dica, sempre ouça a orientação do seu médico. Afinal, ele é o único que conhece seu caso e a evolução da sua cicatriz.

Erro 7: Não se movimentar durante o dia após a colocação de silicone

Após qualquer cirurgia, o paciente tem a chance de formação de trombos. Por menor que esse risco seja, ele existe também ao colocar silicone.

Esses trombos são blocos de sangue que se agrupam. Então, ao circularem pelo corpo, eles podem entupir veias, artérias e causar danos sérios.

Para evitar esses trombos, é fundamental movimentar-se. Portanto, mesmo enquanto a paciente não pode voltar à academia, ela deve andar.

Nas primeiras semanas após a colocação de prótese de silicone, a paciente precisa andar pela casa. Sentar, levantar e ir a diversos cômodos evitam esse problema. Assim, a paciente estimula sua circulação sanguínea e contribui para um pós-operatório sem complicações.

Agora você já conhece os principais erros após a colocação de prótese de silicone e pode evitá-los. Quer saber mais? Siga nossas páginas no Facebook e Instagram para não perder nenhum conteúdo!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Compartilhe !

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Turbinar ou não turbinar

    Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

    Simulador de Próteses de Silicone

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *