Creme para flacidez dos seios funciona? Descubra a resposta!

Como deixar as mamas firmes e empinadas outra vez? Para quem deseja este resultado, fica a dúvida: creme para flacidez dos seios funciona?

Seria incrível se pudéssemos contar com uma solução simples para problemas complexos como a flacidez nas mamas.

Porém, a flacidez é causada por uma série de fatores. Entre a conformação com a aparência e as soluções mágicas prometidas por alguns cremes, o que fazer?

Neste post, vamos explicar se esses cremes realmente funcionam. Então, continue a leitura para entender como eles agem na pele e o processo que causa a flacidez.

Descubra se o creme para flacidez dos seios funciona

Até o momento, nenhuma empresa conseguiu desenvolver um creme realmente capaz de reverter a flacidez dos seios.

Embora a embalagem dos produtos traga a informação de que ele é um “firmador” de seios, nenhum deles soluciona a verdadeira causa da flacidez.

Portanto, na maioria das vezes, eles podem ser bons coadjuvantes para evitar a flacidez. Porém, dificilmente terão um efeito significativo se as mamas já estiverem caídas.

Saiba como o creme para flacidez dos seios funciona

O creme para flacidez dos seios funciona não só como um hidratante. Um produto de boa qualidade também deve atuar em camadas mais profundas da pele.

Esses produtos precisam conter peptídeos que estimulam a produção de colágeno. Outro efeito esperado é a reestruturação das células.

Diversos fabricantes combinam uma série de componentes que, segundo eles, contribuem para manter a firmeza da pele. Conheça algumas dessas opções: 

  • vitamina E: antioxidante que evita a degradação das células e das fibras de colágeno e elastina;
  • ginkgo biloba: estimula a microcirculação do sangue, o que melhora a nutrição e oxigenação das células;
  • ácido glicirético: favorece a reparação da pele e promete desacelerar o processo de envelhecimento;
  • proteínas vegetais da soja: aumentam a elasticidade da pele.

Tanto esses quanto outros componentes podem até ajudar a tornar a pele mais firme. Porém, o fato é que eles têm ação limitada.

A flacidez da pele, inclusive do seio, se desenvolve a partir de diversos fatores. Veja quais são eles a seguir.

Entenda o que causa a flacidez nos seios

Uma das principais funções da nossa pele é cobrir os tecidos do corpo que ela deve proteger, como músculos, vasos sanguíneos etc.

Portanto, o nosso corpo forma uma pele do tamanho exato para cobrir o conteúdo que fica abaixo dela (músculos, gordura, outros tecidos), como se fosse uma capa justa.

É por isso que, em seu estado normal, a pele é firme.

Para que ela se mantenha firme, no entanto, a pele contém alguns componentes que a tensionam, como se fossem elásticos. Essas fibras são o colágeno e a elastina.

Quando o colágeno e a elastina exercem a pressão correta, ou seja, conseguem puxar o tecido para que seu tamanho fique exato, a pele é firme.

A flacidez surge quando a pele se torna maior que o conteúdo que ela precisa envolver devido à falta de ação dessas fibras.  Isso acontece por diversos motivos:

Envelhecimento

O colágeno e elastina se degradam, como outros elementos do nosso corpo. Porém, enquanto somos jovens o corpo produz uma quantidade maior dessas substâncias.

No entanto, à medida que envelhecemos, especialmente após os 40 anos, o organismo não consegue mais produzir a quantidade necessária de colágeno e elastina.

Assim, ele não consegue repor essas substâncias em sua totalidade. A pele se torna cada vez mais flácida.

Variações de peso e medidas

Quando uma pessoa aumenta muito seu peso ou o volume de uma determinada região do corpo, a pele precisa se esticar.


Aumentar os Seios

Nesse processo de estiramento, as fibras de colágeno e elastina se rompem e perdem sua capacidade de tensionar adequadamente a pele.

Isso é o que acontece, por exemplo, quando a barriga cresce durante a gravidez ou em grandes variações de peso.

Então, caso a pessoa emagreça novamente ou aquela região do corpo volte ao seu volume normal, a pele continua com o tamanho grande.

Como sobra pele e falta conteúdo para preenchê-la, surge a flacidez. Assim, aquela região do corpo, que pode ser o seio, fica “murcha”.

É por isso que as pessoas que emagrecem muito costumam ter flacidez e, às vezes, passam por diversas cirurgias plásticas.

Excesso de exposição ao sol

A exposição aos raios UVB emitidos pelo sol faz o nosso corpo produzir radicais livres. Eles causam a degradação das fibras de colágeno e elastina.

Portanto, a pessoa que toma sol com frequência, sem proteção, tem maiores chances de tornar a pele flácida.

perguntas frquentes prótese de silicone

Maus hábitos

Existem diversos hábitos que prejudicam a nossa pele. A alimentação é um deles.

Afinal, para que o nosso corpo construa novas células, inclusive na pele, ele precisa de proteína.

Assim, uma alimentação deficiente em proteínas torna a pele mais flácida.

Por outro lado, existem alimentos que fazem o corpo produzir radicais livres. Entre eles, estão o açúcar, refinados, embutidos, ultraprocessados etc.

Já outros alimentos combatem os radicais livres. São os antioxidantes. Entre eles, temos os vegetais, sejam frutas ou verduras, em sua forma natural.

Portanto, uma alimentação rica em produtores de radicais livres e pobre em antioxidantes prejudicará a pele e sua firmeza.

Também precisamos lembrar que hábitos como fumar e beber desidratam a pele e prejudicam sua nutrição e oxigenação, aumentando a flacidez.

Creme para flacidez dos seios funciona como coadjuvante na prevenção

Portanto, o creme para flacidez dos seios só funciona como coadjuvante de todos esses fatores.

Se uma pessoa tem uma alimentação saudável, evita a exposição ao sol e mantém um peso adequado, ele ajuda na hidratação desta pele e contribuirá para sua firmeza.

Porém, se a pessoa não toma esses outros cuidados, o creme nunca será suficiente para prevenir a flacidez e manter a pele dos seios firme.

Já para mulheres que apresentam flacidez, os cremes não solucionam o problema. Eles podem melhorar a qualidade da pele, mas não reduzir sua extensão.

Assim, as soluções para flacidez nos seios dependerão do grau da ptose (queda mamária).

Mamas com uma flacidez realmente discreta podem ser tratadas com procedimentos estéticos menos invasivos, como o ultrassom microfocado.

No entanto, a flacidez acentuada necessita de cirurgia plástica para retirada do excesso de pele e remodelagem da mama.

Outra pergunta frequente das pacientes é se existe a possibilidade de corrigir a flacidez nas mamas com prótese de silicone.

Porém, essa cirurgia não tem o objetivo de retirar excessos de pele. Assim, ela não é a mais indicada para esse tratamento.

Em alguns poucos casos, o cirurgião indica a prótese de silicone para mulheres com uma pequena flacidez nas mamas.

Mas para a maioria das mulheres, as melhores alternativas são sempre a mastopexia (lifting de mamas) ou a mastopexia com prótese.

No entanto, é impossível definir qual é a melhor opção para cada caso sem a avaliação criteriosa de um cirurgião plástico.

Entendeu como o creme para flacidez nos seios funciona? Quer saber mais sobre o silicone e a queda das mamas? Continue aqui no blog e confira o post completo sobre esse assunto!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar uma turbinada? Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato:


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Simulador de Próteses de Silicone Agendar Consulta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *