Qual a diferença entre prótese de silicone e implante mamário?

Afinal, qual é a diferença entre prótese de silicone e implante mamário? Você provavelmente já viu esses dois termos sendo utilizados por médicos e também aqui no blog.

Se você ficou confusa com esses nomes diferentes, fique tranquila! Neste post, mostraremos o significado de cada um deles para tirar suas dúvidas de uma vez por todas!

A história do desenvolvimento dos implantes mamários

Para respondermos essa pergunta, nós vamos recorrer à História. Como você sabe, o ideal de beleza muda ao longo do tempo. Então, à medida que surgem determinados ícones, a moda acompanha.

A valorização dos seios volumosos aparece em vários momentos da História. Assim, entre os séculos 16 e 18, a Arte mostra imagens de mulheres com colos fartos, com as mamas praticamente “borbulhando” a partir dos decotes.

Nessa época, ainda não havia recursos para dar volumes às mamas. Por isso, as mulheres usavam os espartilhos. Essa peça, além de marcar a cintura, empurrava os seios para cima, dando a impressão de que eram maiores.

Quando chegamos à década de 1950, as mulheres já não queriam esse tipo de solução. Porém, o desejo de todas elas era ter um corpo curvilíneo e seios fartos como os das estrelas de Hollywood, como Marilyn Monroe.


Aumentar os Seios

A Medicina já havia se desenvolvido, e começaram a pensar em uma cirurgia para solucionar o problema. Nos centros cirúrgicos, tentaram implantar esponjas nas mamas das pacientes, mas obviamente isso não funcionou.

Já no Japão, após a guerra, prostitutas injetavam silicone líquido nos seios com o objetivo de atrair soldados americanos. No entanto, esse procedimento começou a causar problemas graves, como gangrenas e infecções.

Entendendo o desejo que as mulheres tinham de aumentar os seios, um cirurgião americano teve uma ideia. Ele observou que as bolsas usadas para coletar sangue tinham uma consistência semelhante à mama.

Então, ele desenvolveu um implante mamário a partir dessa ideia. Encheu uma dessas bolsas com silicone, testou primeiro em uma cachorrinha e observou que ela não causou nenhum problema aos tecidos do organismo do animal.

O conceito de implante mamário

A partir de todos esses exemplos, nós entendemos o conceito geral de implante mamário. Trata-se de um objeto colocado nos seios para aumentar o volume das mamas.

Embora o primeiro implante mamário bem-sucedido tenha sido esse, foi necessário utilizar outros materiais ao longo desses quase sessenta anos.

Durante algum tempo, as próteses salinas (preenchidas com soro fisiológico) eram as únicas disponíveis no mercado. Porém, elas deixaram de ser usadas quando uma série de estudos comprovou que o silicone não causa nenhum mal á saúde.

Atualmente, as próteses salinas são recomendadas apenas para a expansão da pele. Isso costuma acontecer em caráter temporário.

Assim, algumas mulheres que retiraram as mamas devido a problemas de saúde precisam utilizá-las até que a pele consiga comportar uma prótese de silicone. Então, elas são trocadas por uma definitiva.

Diferença entre prótese de silicone e implante mamário

Como você viu, a verdade é que existe mais de um tipo de implante mamário. No entanto, hoje em dia praticamente não se usam os implantes que não são feitos de silicone.


Silicone Center

A prótese de silicone é a opção mais segura, é definitiva, não sofre alterações de volume e não faz barulho. Além disso, não existe risco de o gel vazar, pois ele é extremamente coeso.

Por todas essas razões, hoje em dia implante mamário virou praticamente sinônimo de prótese de silicone. Assim, a menos que a razão da cirurgia seja um problema de saúde, como já falamos, essa é a indicação mais frequente dos médicos.

Entendeu a diferença entre prótese de silicone e implante mamário? Quer saber do que é feito o silicone? Continue aqui no blog e confira nosso post sobre esse tema!

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Turbinar ou não turbinar

Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

Simulador de Próteses de Silicone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *