Vou sentir dor no pós-operatório da mamoplastia de aumento?

Fale Conosco Pelo Whatsapp
5 (100%) 1 vote[s]

É natural que as pessoas evitem qualquer sensação de desconforto ou sofrimento. Por isso, a dor no pós-operatório de silicone nas mamas é uma das principais preocupações das pacientes que chegam aos consultórios para aumentar os seios.

Existem mulheres que chegam a ter pavor da cirurgia apenas pelo medo de sentir dor. Dessa forma, acabam adiando infinitamente o sonho de turbinar os seios e conquistarem o corpo dos sonhos.

Porém, neste post nós vamos esclarecer esse assunto. Mostraremos o que as pacientes realmente sentem no período de recuperação e por que você não deve temer o procedimento.

E então, está pronta para começar? Vamos lá!

Dor pós-operatório silicone mama: o que acontece em uma cirurgia?

Durante a cirurgia para colocar prótese de silicone, a paciente não sente dores. Além de estar anestesiada, ela vai dormir durante todo o procedimento devido ao efeito da sedação.

Porém, a preocupação de muitas pacientes é sobre o que acontece depois da cirurgia de silicone, no período de recuperação. No entanto, não há motivo para esse receio.

Atualmente, a maioria dos médicos coloca o silicone por meio da incisão inframamária. Isso significa que o cirurgião faz um corte pequeno (cerca de 4 cm) na dobra abaixo do seio.

Portanto, depois da cirurgia o corte não é muito grande. É normal a região inchar e a paciente sentir um pouco de desconforto. Mas na maioria das vezes, um analgésico é suficiente para minimizar essa sensação e garantir um pós-operatório muito tranquilo.

Além disso, na maior parte das cirurgias feitas hoje em dia, a prótese é colocada abaixo da glândula mamária. Essa posição, conhecida como subglandular, proporciona uma recuperação praticamente indolor.

Dor pós-operatório silicone mama: quando a paciente pode sentir dores?

No entanto, existem algumas técnicas que tornam a ocorrência de dor um pouco mais comum. Esse é o caso das pacientes que precisam colocar a prótese de silicone atrás do músculo, na posição submuscular.

Nesses casos, existe a possibilidade de o pós-operatório ser mais dolorido. Afinal, para que a prótese fique no lugar onde foi colocada, os músculos peitorais precisarão se distender.

Porém, essa técnica não é a mais utilizada. Ela geralmente é recomendada nos seguintes casos:

Pouquíssimo tecido mamário

A paciente realmente possui uma quantidade muito pequena de tecido mamário e a pele finíssima. Se a prótese fosse colocada à frente do músculo, ela ficaria muito evidente, deixando o resultado pouco natural.

No entanto, não é o fato de ter “pouco peito” que a torna candidata a essa técnica. Lembre-se que é o médico quem avalia toda a sua situação para chegar ao melhor plano cirúrgico para o seu caso.

Forte histórico de câncer de mama na família

Esse é outro fator que pode levar o médico a indicar a posição submuscular. Quando a paciente tem muitos casos de câncer de mama na família, as chances de ela desenvolver a doença infelizmente são maiores.

Então, o médico prevê que em algum momento da vida é possível que ela tenha que fazer um exame chamado punção. Para evitar que a prótese dificulte a realização desse procedimento, ela é colocada atrás do músculo.

Características do corpo da paciente

Além disso, o médico pode optar pela posição submuscular quando o corpo da paciente tem determinadas características. Quando os seios são muito juntos, por exemplo, essa técnica garante um resultado estético melhor.

O diâmetro do tórax é outro fator que leva os médicos a tomarem essa decisão. Nesses casos, ela impede que a prótese fique muito evidente nas laterais do corpo.

Mesmo quando a paciente precisa colocar silicone na posição submuscular, com o tempo o corpo se adapta. Assim, as dores progressivamente desaparecerão, deixando apenas o resultado maravilhoso da cirurgia!

Dor pós-operatório silicone mama: por quanto tempo posso sentir?

Como já falamos, são poucas as pacientes que sentem dores no pós-operatório. No entanto, o período mais delicado é o que compreende os 3 dias logo após a cirurgia.

Depois de 15 dias, a paciente raramente sente dores. Pode até acontecer de, em algum momento, ela perceber uma pontada, fisgada ou repuxamento. Porém, isso se torna cada vez mais raro.

Finalmente, depois de 6 semanas a paciente praticamente já voltou à vida normal. Ela tem restrição em algumas poucas atividades e não sente nenhum tipo de dor.

Dor pós-operatório silicone mama: é possível evitar?

Atualmente, a paciente tem uma série de recursos para não sentir dor no pós-operatório do silicone. Primeiramente, o médico receitará analgésicos que minimizam o desconforto. Dessa maneira, ele possibilita uma boa recuperação.

Além disso, existem outros cuidados para prevenir dores. A seguir, explicaremos quais são os principais!

Uso do sutiã pós-cirúrgico

A paciente deve estar consciente de que precisará utilizar o sutiã pós-cirúrgico. Essa peça exerce uma compressão moderada sobre os seios e deve ser usada o tempo inteiro, até mesmo para dormir. A única exceção é o momento do banho.

O sutiã pós-cirúrgico tem vários benefícios: ele reduz o inchaço e minimiza o desconforto. Ainda é importante destacar outra vantagem. A peça ajuda a modelar as mamas nesse período de recuperação.

Finalmente, o fato de exercer compressão faz com que as mamas recém-operadas fiquem estabilizadas o tempo inteiro. Assim, os tecidos que foram descolados durante a cirurgia permanecem unidos mesmo quando a paciente executa os movimentos do dia a dia.

Dessa forma, o sutiã evita dores e facilita a cicatrização, tornando a recuperação muito mais rápida.

Repouso durante o pós-operatório

Também não podemos nos esquecer dos cuidados relativos a esse período. A volta às atividades deve ser gradual, respeitando o tempo do pós-operatório.

Nos 15 primeiros dias, a paciente não deve levantar os braços. Voltar a dirigir só é permitido depois de 20 dias. Também é proibido carregar peso, realizar esforço e praticar exercícios.

Por isso, é fundamental que a paciente se programe para fazer a cirurgia. Assim ela poderá se afastar do trabalho e atividades que exigem esforço, além de contar com ajuda para tarefas domésticas e para higiene pessoal.

E lembre-se sempre: quem orienta o pós-operatório é o médico. Embora exista um tempo previsto para voltar às atividades normais, ele poderá acelerar o seu retorno ou pedir para você esperar um pouco mais. Essa decisão depende principalmente do seu ritmo de recuperação.

E agora, entendeu que as pacientes não precisam se preocupar com a dor pós-operatório silicone mama? Quer saber mais sobre as diferenças entre a posição subglandular e submuscular? Então, continue aqui no blog e confira o infográfico que preparamos para você entender tudo sobre esse assunto!

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Turbinar ou não turbinar

Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

2 respostas para “Vou sentir dor no pós-operatório da mamoplastia de aumento?”

    1. Suellen, o Seroma, este liquido que você se refere pode sim se formar durante o pós-operatório. Continue usando o sutiã cirúrgico ele tem um papel muito importante, pois ele comprime as mamas e evita não só o sangramento, como também a formação desse líquido. Agende uma consulta de retorno com seu médico para ele te orientar sobre o que fazer em relação a esta intercorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *