Qual é a formação do cirurgião plástico? Entenda como escolher o melhor profissional

Em todas as áreas da Medicina, a qualificação profissional é essencial. Afinal, tratam-se de questões de saúde, vida e morte. Por isso, é tão importante escolher um cirurgião plástico qualificado.

Mas você sabe como escolher um bom cirurgião plástico? Qual é a formação desses profissionais e como ter certeza de que ele passou por todo o processo de qualificação?

Isso é o que você vai descobrir neste post. Então, continue a leitura!

Formação do cirurgião plástico: quais são as etapas?

Antes de chegar à cirurgia plástica, o profissional precisa cursar a faculdade de Medicina.

Então, como você sabe, aqui no Brasil é muito difícil passar em um vestibular de Medicina. Mesmo as faculdades privadas são bastante concorridas.

Isso mostra o quanto o profissional precisa estudar para dar apenas o primeiro passo de sua carreira.


Aumentar os Seios

Graduação na faculdade de Medicina

No entanto, após iniciar a faculdade, essa rotina de estudos se intensifica.

Vale a pena destacar que, durante os seis anos de graduação, o futuro médico estuda e precisa atender pacientes de diferentes especialidades.

Portanto, os futuros médicos aprendem e atendem pacientes em pronto-socorro, clínica geral, ortopedia, obstetrícia, cirurgia, oncologia e assim por diante.

Essa formação abrangente é fundamental. Afinal de contas, o nosso organismo é único, e o que acontece em um único órgão pode afetar todos os outros e colocar o paciente em risco.

Então, o médico precisa entender como cada parte do organismo funciona e interage com outras.

Só assim ele consegue tomar decisões no futuro, inclusive ao fazer uma cirurgia, com o máximo de segurança possível para o paciente.

Formação especializada do cirurgião plástico

Porém, o fato de ter conhecido diversas especialidades não faz com que o médico recém-formado se torne um especialista.

Na verdade, após terminar uma faculdade de seis anos de duração, ele ainda precisa passar outros cinco anos em residência médica.

Então, nos dois primeiros anos de residência médica, o profissional desenvolve uma série de atividades que garantem a ele o título de cirurgião geral.

Nessa etapa, o foco ainda não é a cirurgia plástica. Ele precisa realizar diversos procedimentos cirúrgicos para desenvolver habilidades menos específicas e que envolvem o cuidado com a vida dos pacientes.

perguntas frquentes prótese de silicone

Depois de obter o título de cirurgião geral, ele investe outros três anos na residência em cirurgia plástica.

Para isso, ele não pode escolher qualquer escola. Ele precisa buscar uma instituição credenciada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Entre os papéis desta instituição está a supervisão dessas escolas. Assim, a SBCP se certifica que os futuros cirurgiões plásticos aprendem tudo que precisam para desempenhar essa função, tanto na teoria quanto na prática.

Este programa de especialização inclui:

Orientação de um cirurgião plástico titular

Durante a residência, o médico é orientado diretamente por um cirurgião plástico já formado, um associado-titular da SBCP.

Acompanhamento de procedimentos

Nesse processo de orientação, o médico precisa acompanhar seu orientador em cirurgias. Portanto, ele vê a aplicação prática do conhecimento.

Assim, a princípio, ele observa o orientador em ação. Em um segundo momento, ele mesmo aplica as técnicas sob supervisão do membro-titular da SBCP.

Credenciamento pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Depois de todo esse processo, que dura 11 anos, o médico pode ou não ter seu credenciamento aceito pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Afinal, seu credenciamento depende de ter cumprido todos os requisitos que mostram que ele está qualificado e pode exercer essa especialidade com excelência.

Para provar sua qualificação, ele precisa realizar um exame muito criterioso. Então, se for aprovado, ele terá o título de especialista homologado pela instituição.

Como a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é a única instituição que o Conselho Federal de Medicina reconhece como apta a credenciar especialistas, seu título também é homologado pelo CFM.

Enfim, depois de todo esse processo, o médico se torna membro associado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Porém, esse é apenas o primeiro grau que ele atinge na SBCP. O grau mais alto é o de membro-titular, ou seja, o reconhecimento da habilidade a ponto de se tornar um possível orientador de outros médicos.

Para alcançar o título de membro-titular, o cirurgião plástico precisa comprovar mais dois anos de prática nessa especialidade, com um cirurgião de renome.

O processo termina com a apresentação de currículo e um trabalho científico, que são avaliados por uma comissão da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Portanto, até aqui somamos 13 anos de investimento em conhecimentos para se tornar um especialista em Cirurgia Plástica.

Porém, a verdade é que a formação é contínua. Os bons cirurgiões continuam fazendo cursos e aperfeiçoando suas habilidades em diferentes técnicas para oferecerem os melhores resultados aos seus pacientes.

Como saber se o meu cirurgião plástico tem essa especialização?

O papel aceita tudo. Esse é um ditado conhecido há muito tempo. Portanto, não se impressione apenas com diplomas e certificados exibidos na parede.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica coloca à disposição de todos os pacientes os membros que foram aprovados e são credenciados.

Então, basta acessar o site oficial da SBCP, procurar seu cirurgião pelo nome ou estado. Aparecem todas as informações, inclusive o CRM e o endereço de atendimento.

Assim, caso o registro do seu médico não apareça nesta busca, é porque ele não é credenciado. 

Somente quando o médico é credenciado pela SBCP você tem a certeza de que:

  • ele passou por um processo criterioso de formação teórica;
  • o cirurgião viu, na prática, a aplicação das técnicas em pacientes com as mais diferentes necessidades;
  • ele comprovou, por meio de exames e avaliações práticas, que tem habilidade suficiente para obter os resultados possíveis pela Cirurgia Plástica e pode fazer isso prezando pela segurança do paciente.

Agora você já sabe todo o investimento que um cirurgião plástico faz para obter sua especialização e, mais que isso, entende que pode confiar na expertise de um profissional tão capacitado.

Então, não perca mais tempo! Marque hoje mesmo a sua avaliação e descubra tudo que a cirurgia plástica pode fazer para melhorar sua imagem corporal e autoestima. Nossa equipe aguarda o seu contato!

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Turbinar ou não turbinar

    Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

    Simulador de Próteses de Silicone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *