Jejum pré-operatório: por que ele é tão importante antes de uma cirurgia?

Compartilhe !

Expectativa e ansiedade fazem parte dos dias que antecedem a cirurgia para colocar silicone. Entre os preparativos para o procedimento está o jejum pré-operatório, fundamental para todas as pacientes.

Mas afinal, por que é importante fazer jejum completo antes de colocar silicone? Existe mesmo algum risco em comer antes da cirurgia?

Isso é o que você vai descobrir neste post. Então, continue a leitura para entender o porquê desta recomendação tão importante antes de qualquer cirurgia plástica.

Por que o jejum pré-operatório é tão importante?

Em praticamente todas as cirurgias, o médico orienta o paciente a permanecer em jejum, que pode ser absoluto (quando não é permitido nem beber água) ou não,  por no mínimo 6 horas antes do procedimento.

O objetivo dessa recomendação é garantir que o estômago esteja vazio no momento da cirurgia.

Porém, esse não é o motivo da solicitação de jejum na maioria das cirurgias, inclusive do procedimento para colocar silicone.


Aumentar os Seios

Nesses casos, o objetivo do jejum é tornar o período em que o paciente fica anestesiado mais seguro.

Afinal, com o corpo anestesiado, o paciente tem um relaxamento da musculatura e uma diminuição natural dos reflexos. Eles ficam mais lentos ou até mesmo inativos.

Assim, caso o paciente tenha alimentos em seu estômago, ele pode sofrer um refluxo. Com seus reflexos menos ativos, o corpo nem sempre consegue reagir a tempo de evitar uma complicação.

Então, quando o estômago está vazio, o paciente reduz o risco de incidentes leves, como uma pequena irritação da garganta ou até mesmo de consequências mais sérias, como uma pneumonia ou até mesmo a morte.

Qual é o tempo recomendado para o jejum pré-operatório?

O tempo de jejum pré-operatório é variável. Normalmente, ele é de no mínimo 6 horas antes do procedimento, mas pode ser ainda maior, chegando a 12 horas.

O tempo de esvaziamento do estômago varia. Afinal, existem alimentos leves e de digestão rápida. Inclusive, eles costumam ser os mais recomendados tanto no pré quanto no pós-operatório.

Porém, apesar dessa variação, o tempo para que o estômago fique vazio é, em média, de 8 horas.

Os médicos ainda levam em consideração o fato de que algumas condições de saúde aumentam esse tempo de digestão.

Assim, quadros clínicos como a gestação, diabetes, idade avançada ou obesidade aumentam o tempo que o corpo necessita para realizar essa digestão. Isso prolonga o período necessário de jejum.

Devido a todos esses fatores, o médico pode alterar o período de jejum pré-operatório. Afinal, ao mesmo tempo que ele deve garantir que o estômago esteja vazio, também precisa evitar que o paciente tenha hipoglicemia.

perguntas frquentes prótese de silicone

Alguns estudos mostram que o jejum muito prolongado também prejudica a recuperação do paciente e a cicatrização. Portanto, cabe ao médico tomar a melhor decisão, de acordo com as necessidades do paciente.

O que pode acontecer quando o paciente não está em jejum?

Como já falamos, a redução nos reflexos e o relaxamento da musculatura podem levar o paciente a ter um refluxo. Assim, uma das possibilidades é que o conteúdo seja aspirado e vá parar nos pulmões, causando uma pneumonia.

Nossos pulmões não foram feitos para receber nenhuma outra substância além do ar. Portanto, em contato com a água ou com líquidos, ele pode sofrer graves consequências.

O líquido que vem do estômago, por exemplo, é rico em ácidos. Então, ele causa uma pneumonia química, que pode colocar a vida do paciente em risco.

O jejum é obrigatório em quais cirurgias?

O jejum só não é exigido quando o paciente precisa de uma cirurgia de emergência, para a qual não há uma preparação prévia.

No entanto, sempre que o paciente passa por uma cirurgia eletiva, ou seja, aquela marcada com antecedência, o jejum pré-operatório é obrigatório.

Mas o jejum não é somente necessário quando a anestesia aplicada é geral. É preciso seguir com a recomendação até mesmo nos procedimentos em que o paciente toma apenas anestesia local com sedação, como a colocação de silicone.

O jejum é unanimidade entre todos os médicos?

Apesar de ser adotado em praticamente todas as cirurgias, a necessidade de um jejum prolongado tem sido muito estudada.

Já existem pesquisas que mostram que um jejum mais curto, que permite o consumo de líquidos com nutrientes como a maltodextrina algumas horas antes do procedimento beneficia o paciente.

Nesses estudos, os pacientes que tomaram esse líquido tiveram redução do estresse metabólico e da resistência à insulina, além de diminuição de desnutrição intra-hospitalar e do tempo de internação.

A explicação para esse bom resultado é o fato de que as técnicas de anestesia evoluíram muito. Por isso, talvez atualmente já não seja necessário fazer um jejum tão longo antes da cirurgia.

Porém, vale a pena destacar que existem apenas alguns estudos sobre esse assunto. Portanto, ainda é cedo para concluir que um jejum prolongado é dispensável.

Então, por questão de segurança, o melhor é continuar fazendo o jejum até que os benefícios desses outros protocolos sejam realmente comprovados.

Como deve ser a alimentação antes do jejum?

No dia antes de colocar o silicone, é sempre melhor para a paciente fazer refeições leves e, de preferência, sem carnes, leite ou outras fontes de gordura.

Aliás, em todo o período pré-operatório, uma boa alimentação ajuda a fortalecer o sistema imunológico e reduz o risco de complicações.

Verduras e frutas são excelentes para esse período, pois contém vitaminas que contribuem para evitar infecções e favorecer a cicatrização.

Por outro lado, existem alimentos que prejudicam a recuperação, tanto antes quanto depois de colocar silicone.

Entre os alimentos que devem ser evitados no pré e pós-operatório estão:

  • embutidos como presunto, salame, salsicha, mortadela, linguiça e até mesmo o “inocente” peito de peru;
  • refrigerantes;
  • enlatados;
  • carnes gordas, especialmente as vermelhas;
  • frituras;
  • molhos prontos usados para temperar saladas, catchup, mostarda etc;
  • bolachas;
  • doces;
  • acompanhamentos gordurosos (cremes e queijos);
  • fast food;
  • industrializados em geral.

Entendeu por que o jejum pré-operatório é importante? Quer saber mais sobre o que acontece no dia de colocar silicone?

Então, continue aqui no blog e confira um infográfico completo que elaboramos sobre o dia da cirurgia!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Compartilhe !

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Turbinar ou não turbinar

    Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

    Simulador de Próteses de Silicone

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *