Libido feminina: o que pode causar a falta de desejo e como contornar o problema

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Do ponto de vista biológico, o desejo sexual é inevitável. Afinal, os hormônios trabalham para isso. Mas então por que tantas mulheres chegam ao consultório médico reclamando da falta de libido feminina?

Se você também sofre com este problema ou tem apenas curiosidade sobre o tema, não perca este post. Vamos explicar as causas da ausência de libido e trazer dicas para reacender seu desejo. Confira!

O que é libido?

Libido é o nome que se dá ao desejo sexual. Embora ele seja provocado biologicamente pelos nossos hormônios, ele sofre interferência de outros fatores, inclusive emocionais.

Podemos começar destacando que, nos homens, a testosterona é o principal hormônio que atua na geração do desejo sexual. No entanto, nas mulheres, é o estrogênio que desempenha esse papel.

O que causa a falta de libido feminina?

Diversos fatores influenciam o desejo sexual. O primeiro deles é perfeitamente normal, e diz respeito ao nosso ciclo hormonal.

Vale a pena lembrar que, do ponto de vista biológico, o desejo sexual tem um objetivo, que é perpetuar a espécie.

Portanto, nossos hormônios produzem um desejo sexual maior quando a mulher está fértil. É um incentivo para a procriação.

Assim, é normal que uma mulher que não toma hormônios sinta mais desejo nos dias próximos à ovulação e menos desejo longe desse período.

Porém, além dessa variação hormonal normal, existem outros fatores que impactam na libido feminina. Veja alguns deles:

Uso de anticoncepcionais que afetam a libido feminina

Esse é um problema mais comum do que você imagina! Afinal, grande parte das mulheres relata perda de libido com o uso de anticoncepcionais.

Lembra de quando falamos que os hormônios atiçam o desejo no período mais propício para a procriação? Então, quando a mulher toma anticoncepcional, ela altera essa variação hormonal.

Algumas mulheres relatam que, além da falta de desejo, elas também sofrem com o ressecamento vaginal quando tomam anticoncepcionais. Assim, a relação se torna desconfortável.

Porém, esse é um problema simples de resolver. Basta substituir o anticoncepcional por outros métodos contraceptivos para o desejo retornar.

Uso de medicamentos

Além dos anticoncepcionais, outros medicamentos reduzem a libido feminina. Entre os exemplos estão os antidepressivos e ansiolíticos.

Esses remédios alteram os níveis hormonais. Além disso, eles atuam sobre o sistema nervoso. Portanto, vale a pena consultar seu médico e buscar alternativas.

Menopausa e a libido feminina

Durante o climatério e a menopausa, ocorre um desequilíbrio dos níveis hormonais. Assim, muitas mulheres relatam que perdem o desejo.

No entanto, isso não acontece da mesma forma em todas as mulheres. Algumas têm redução da libido, outras têm aumento e um outro grupo ainda alterna os períodos de maior e menor desejo sexual.

Dor na relação sexual

Como mecanismo de defesa, nosso corpo evita o que provoca dor. Então, para as mulheres que só encontram sofrimento no sexo, a perda de libido é uma consequência esperada.

Dificuldade para atingir o orgasmo

O cérebro funciona com mecanismos de estímulo e recompensa. Então, se a mulher fica excitada (estímulo), mas não chega ao orgasmo (recompensa), aos poucos ela perde o interesse.

Transtornos e traumas emocionais

Quando estamos estressados, ansiosos ou deprimidos, podemos perder o desejo sexual.

No entanto, mais uma vez, trata-se se uma resposta muito individual. Assim, enquanto algumas mulheres sofrem com a perda de libido, outras desenvolvem compulsão.

Outras vezes, não se trata de uma condição ou transtorno do presente. Afinal, algumas mulheres tiveram uma educação repressora ou enfrentaram traumas que afetam seu desejo sexual.

Problemas no relacionamento


Aumentar os Seios

O sexo é uma atividade humana complexa, que envolve o corpo e a mente. Portanto, problemas no relacionamento do casal podem afetar o desejo.

Às vezes, a rotina é tão repleta de tensões e, do ponto de vista emocional, não existe mais nenhuma ligação entre eles. O resultado é a redução na libido.

Rotina estafante

Quando a síndrome da mulher-maravilha afeta uma mulher, o resultado pode aparecer na libido.

Então, se a mulher chega ao final do dia cansada de todo o trabalho fora, em casa, cuidado com as crianças e todo o estresse, é natural que ela perca o interesse sexual por puro cansaço.

Hábitos prejudiciais à saúde

Alguns hábitos prejudicam a libido feminina. Entre eles, estão o sedentarismo, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas e até mesmo alimentação inadequada.

Como manter ou recuperar a libido feminina?

Se a sexualidade abrange corpo e mente, recuperar ou manter a libido feminina envolve um cuidado integral. Veja como:

1. Faça um check-up

Comece entendendo qual é o estado atual do seu corpo, sua saúde geral. Então, procure o médico para fazer exames.

perguntas frquentes prótese de silicone

Ao verificar os níveis de hormônios, carências de vitaminas e outras doenças, você saberá o que precisa “consertar” para recuperar sua libido.

2. Inclua hábitos saudáveis na sua rotina

Lembre-se que a saúde sexual não é uma gaveta à parte da sua vida. Portanto, ela faz parte da saúde geral e pode ser considerada, inclusive, um espelho do seu organismo.

Então, mude hábitos para melhorar sua saúde, inclusive no aspecto sexual. Adote uma alimentação mais saudável, natural, pratique exercícios e elimine vícios.

3. Mantenha um peso adequado para melhorar a libido feminina

Permitir o aumento de peso causa uma verdadeira avalanche de prejuízos à saúde. Afinal, os quilos a mais favorecem o surgimento de doenças que impactam negativamente em vários aspectos, inclusive sobre a libido.

A gordura não é apenas um tecido que dá volume ao corpo. Assim, ela atua como uma verdadeira usina de hormônios, que pode desequilibrar todas as nossas funções. Elimine-a.

4. Faça as pazes com seu corpo

Muitas mulheres não conseguem sentir prazer porque sentem-se inseguras quanto ao próprio corpo, o tamanho dos seios, a presença da celulite.

Então, faça as pazes com seu corpo, seja aceitando-o como é ou mudando-o de acordo com sua vontade. Felizmente, existem muitos recursos para isso.

5. Exponha-se ao sol

Você sabia que a vitamina D contribui para uma boa vida sexual? Afinal, ela favorece a produção de hormônios que despertam o desejo.

6. Fortaleça a musculatura pélvica

Em alguns casos, a mulher não sente muito prazer devido à flacidez da musculatura pélvica. Então, não ocorre atrito suficiente entre o pênis e a vagina.

Sem o estímulo adequado, a mulher perde o interesse em sexo. Porém, é possível melhorar esse atrito fortalecendo a musculatura pélvica.

Os exercícios de Kegel e o pompoarismo são recursos que permitem essa contração. Assim, eles favorecem a lubrificação e aumentam o prazer.

7. Recorra a lubrificantes

O ressecamento vaginal é bastante comum entre mulheres que usam anticoncepcionais ou após o climatério.

Porém, é possível resolver o problema com a aplicação de lubrificantes. Assim, a relação sexual não produz dor.

8. Fortaleça a intimidade para aumentar a libido feminina

Quando se fala em sexo, todos nós temos algumas práticas que gostamos mais e outras que não gostamos. Então, converse com seu parceiro para ajustarem essas preferências.

E não se trata apenas da intimidade sexual. Passem tempo juntos, divirtam-se juntos, vivam aventuras juntos. Afinal, tudo isso fortalece a relação e favorece o prazer.

9. Cuide da mente

Se você resolveu todos os aspectos físicos, relacionais e não teve solução, não hesite em buscar ajuda psicológica. 

Muitas vezes a rotina, o estresse e os problemas do dia a dia podem fazer com que você fique com a sensação de esgotamento e estafa, e isso pode desviar a sua atenção para longe da vontade de se relacionar sexualmente. 

Ansiedade e depressão também são fatores que influenciam e podem afetar de forma negativa a libido feminina. Por isso é de extrema importância procurar ajuda especializada.

E você, tem sofrido com a falta de libido feminina? Conhece amigas que estão enfrentando essa situação? Então, compartilhe o post com elas!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Simulador de Próteses de Silicone Agendar Consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *