Estrias após a mamoplastia de aumento: como evitar?

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Quando você sonha com o resultado da mamoplastia de aumento, o que vem à sua mente? Provavelmente pensou em seios volumosos e empinados, um colo bem marcado e um decote sensual. Tudo isso contribui para manter a autoestima elevada e sentir-se bem com a própria imagem!

Porém, com certeza a presença de estrias não faz parte desse sonho, não é mesmo? Mas você sabia que elas podem aparecer depois que uma mulher coloca silicone? Neste post, vamos explicar por que isso acontece e como evitar esse problema!

Então, se você está planejando sua mamoplastia de aumento, não perca o post! Afinal, a preparação para não ficar com essas marcas indesejáveis precisa começar bem antes do procedimento. Fique atenta!

A prevenção das estrias faz parte da preparação para o silicone

Junto com a celulite, as estrias estão entre os problemas estéticos que mais aterrorizam a vida das mulheres.

Por isso, quando a mulher decide fazer uma mamoplastia de aumento, é preciso se planejar com antecedência. Isso envolve não só programar seu repouso, realizar exames ou fazer a reserva financeira.

Um dos pontos importantes na preparação para colocar silicone é o cuidado com a pele das mamas. Dessa forma, você evitará trocar o incômodo com os seios pequenos pelo incômodo com as estrias.

Mas afinal, por que é preciso prevenir o surgimento de estrias após a mamoplastia de aumento? Vamos entender de que forma essas vilãs da estética aparecem em nosso corpo!

Processo de surgimento das estrias

As estrias são uma reação do corpo ao estiramento excessivo da pele. Ou seja, elas aparecem quando esse tecido é obrigado a se esticar muito e em um período de tempo curto.

Podemos explicar o surgimento das estrias da seguinte forma: imagine a pele como um tecido elástico. Ela pode ser esticada até um determinado limite e voltar ao seu tamanho normal. As fibras de colágeno e elastina são responsáveis por essa capacidade.

Porém, quando esticamos demais esse tecido, esses dois tipos de fibras se rompem. É exatamente como o processo de um elástico que se esgarça e fica frouxo, perdendo a capacidade de se retrair.

Tanto o colágeno quanto a elastina ficam em uma parte mais profunda da pele, a derme. O objetivo dessas fibras é garantir a sustentação e a elasticidade desse tecido. Quando elas se rompem, essas funções ficam comprometidas.

Além disso, a camada superficial da pele, que é a epiderme, também se torna mais fina. Assim, ela deixa esse rompimento da derme aparente, apresentando uma depressão no local da estria.

Processos que favorecem o surgimento de estrias

Até aqui, esperamos que uma ideia tenha ficado clara: o estiramento da pele é a grande razão para as estrias.

Por isso, é muito comum as estrias surgirem durante a gravidez, tanto nas mamas quanto no abdômen. Nessa fase, o volume dessas duas regiões aumenta rapidamente, causando o estiramento da pele.

Também é normal as estrias surgirem quando a pessoa ganha muito peso. Nesse caso, o acúmulo de gordura obriga a pele a se esticar. Como resultado, aparecem essas marcas em diversas partes do corpo.

Uma outra situação que pode causar o surgimento de estrias é a mamoplastia de aumento. Quando a mulher coloca silicone, a pele também é obrigada a se esticar repentinamente. Afinal, ela precisará acomodar um volume que não existia na região peitoral.

Portanto, existe um risco (embora evitável) de que a pele dessa região comece a apresentar estrias.

É importante prevenir esse problema porque as estrias são tratáveis, mas até agora não existe um método eficiente para eliminá-las.

É possível estimular novamente a produção de fibras de colágeno. Aliás, elas são as grandes responsáveis por processos de cicatrização. Porém, a elastina não se refaz. Assim, essas marcas não desaparecem completamente.

Como evitar as estrias após a mamoplastia de aumento

Esperamos que você tenha percebido qual é a importância de prevenir as estrias. Essa preparação começa antes da cirurgia.

Portanto, se o seu plano é turbinar os seios, nossa sugestão é que você comece a preparar a pele agora mesmo!

Nesse tópico, falaremos sobre alguns cuidados para evitar o rompimento das fibras e manter a pele lisa e linda após a prótese de silicone.

1. Escolha uma prótese adequada

Quanto mais a pele se estica, maiores são as chances desse rompimento. Então, a melhor forma de evitar as estrias é colocar uma prótese de tamanho adequado, que não seja exagerada.

E acredite: além de evitar estrias, você se sentirá melhor com seu corpo! Isso é o que indicam as recentes mudanças no tamanho das próteses feitas por várias celebridades.

Até algum tempo atrás, a tendência era colocar próteses enormes, que hiperturbinavam os seios. Porém, hoje a situação é diferente. Agora, as pacientes evitam os implantes exagerados porque a aparência fica artificial.

Atualmente, as mulheres estão buscando um resultado mais natural. Assim, até quem já tinha implantes de silicone maiores está trocando por volumes menores.

Portanto, converse com seu médico, explique quais são suas expectativas e confie nele para escolher a prótese de silicone no tamanho ideal para o seu corpo. Dessa forma, você terá um volume proporcional ao seu biotipo e correrá um risco menor de desenvolver estrias.

2. Prepare sua pele antes da cirurgia

Quanto melhores forem as condições da pele, maiores são as chances de ela suportar o estiramento sem romper as fibras de colágeno e elastina.

Além disso, nós vimos que as depressões aparecem na epiderme, que é a camada superficial da pele. Então, é importante cuidar dessa parte do tecido, evitando seu afinamento.

Algumas pessoas estão mais sujeitas ao surgimento de estrias e as causas são genéticas. Portanto, não há como controlar totalmente esse fator e prever o rompimento ou não das fibras.

Entretanto, alguns cuidados podem tornar a pele menos propensa ao surgimento de estrias. É fundamental que o corpo esteja bem hidratado, tanto internamente quanto externamente.

Por isso, bem antes da sua cirurgia comece a hidratar-se. Tome água regularmente, mantendo uma média de cerca de dois litros diários.

Outro cuidado essencial é usar boas loções e cremes de hidratação. A recomendação dos médicos é passá-los duas vezes ao dia no período pré-operatório. Então, é necessário cuidar antes e depois de colocar silicone.

Quando esses produtos hidratantes contêm óleos vegetais, lanolina ou silicone, eles formam uma barreira que diminui a perda de água pela pele.

Já outras substâncias, como a glicerina, ajudam a pele a capturar a umidade e manter a hidratação.  Dessa forma, é mais fácil manter a elasticidade do tecido e evitar problemas estéticos.

3. Melhore seu estilo de vida.

Finalmente, melhorar seu estilo de vida vai ajudá-la a ter uma pele mais bonita e firme. Alimente-se de forma equilibrada, pratique exercícios e evite variações de peso.

Também é importante evitar o álcool e o cigarro. Eles contêm toxinas que prejudicam a pele, agravando possíveis problemas.

Você vai perceber que esses cuidados com a pele não vão apenas evitar as estrias após a mamoplastia de aumento. Eles contribuirão para melhorar sua saúde, vitalidade e energia!

Gostou do post? Que tal compartilhá-lo com suas amigas nas redes sociais? Afinal, toda mulher quer saber como evitar estrias, não é mesmo? Ajude-as a se manterem livres dessas marquinhas indesejáveis e a ficarem de bem com o próprio corpo!

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Turbinar ou não turbinar

Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

Simulador de Próteses de Silicone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *