Oscilação de peso e queda mamária: entenda a relação

Os seios caídos estão entre os problemas estéticos que mais incomodam as mulheres. Mas afinal, é possível evitá-lo? Neste post, vamos mostrar qual é a relação entre oscilação de peso e queda mamária. Confira!

Causas da flacidez nas mamas

A flacidez nas mamas é causada por uma série de fatores. Em parte, as mulheres herdam essa característica da própria família. Afinal, sabe-se que existe uma influência genética.

Porém, não é correto culpar a genética por tudo. Existem hábitos que interferem nesse processo, retardando ou acelerando o surgimento da flacidez.

Sabe-se, por exemplo, que o fumo contribui para piorar a qualidade da pele e favorece a flacidez. O mesmo acontece com excesso de sol, alimentação pouco nutritiva, baixo consumo de água e a falta de uma rotina de cuidados.

No entanto, existe um fator que tem grande influência sobre a flacidez. Sabe-se que a relação entre a oscilação de peso e queda mamária é significativa. No próximo tópico, vamos explicar o porquê.

Oscilação de peso e queda mamária

Pense na sua pele como um enorme tecido elástico,  pois é isso que ela é. Em sua composição, existem células, fibras e substâncias diferentes.


Aumentar os Seios

Nesse tecido, existem dois tipos de fibras que são responsáveis por manter a elasticidade. Assim, o colágeno e a elastina são fundamentais para garantir a firmeza da pele.

Porém, existem alguns fatores que levam à perda ou degradação do colágeno e a elastina. Grande parte deles foi mencionada no item anterior: cigarro, sol, má alimentação, baixa hidratação etc.

Além disso, o relógio do tempo conspira contra a firmeza da pele. Com o passar dos anos, o corpo perde a capacidade de repor o colágeno e a elastina na mesma velocidade que o organismo degrada essas fibras. Assim, a quantidade já não é suficiente.

Como se isso não bastasse, é possível romper essas fibras com as oscilações de peso.  Funciona exatamente da mesma forma que em um tecido elástico, como o de um sutiã.

Tente se lembrar de uma situação assim: se você esticar um desses tecidos demais, os elásticos que estão entre as fibras se rompem. Como resultado, ele fica esgarçado e não consegue voltar ao formato e tamanho original.

Isso é o que acontece com a pele quando uma pessoa engorda e emagrece, especialmente se esse processo se repete. As fibras de colágeno e elastina se rompem, fazendo com que a pele não consiga voltar ao seu tamanho original.

Dessa forma, as mamas (e outras regiões do corpo) começam a apresentar flacidez. Elas se tornam cada vez mais caídas devido ao excesso de pele que não consegue se retrair o suficiente para deixar a área lisinha e firme.

Queda mamária e mamoplastia de aumento

Infelizmente, a mamoplastia de aumento não soluciona a queda mamária. Para deixar a região firme outra vez, é necessário retirar o excesso de pele. Isso só é possível com outro tipo de cirurgia, que é a mastopexia.

Entendeu a relação entre oscilação de peso e queda mamária? Viu que esse é mais um motivo para cuidar da saúde e manter um nível de gordura ideal para o organismo?

Ficou com alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários. Teremos prazer em responder!


Silicone Center

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Turbinar ou não turbinar

Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

Simulador de Próteses de Silicone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *