Posição das próteses: por que existem formas diferentes de colocar os implantes?

Afinal, o que é melhor: colocar silicone por cima ou por baixo do músculo? Talvez você também tenha essa dúvida e não entenda por que a posição das próteses pode ser diferente.

Então, neste post você vai entender a diferença entre essas posições e saber quando elas são indicadas. Ficou curiosa? Continue a leitura!

Por que a posição das próteses pode ser diferente?

As mulheres que decidem colocar silicone têm dois interesses em comum: o primeiro é aumentar os seios, logicamente. Porém, a maioria delas também tem outro desejo, que é o de ficar com a aparência natural.

Mesmo aquelas que não se importam com as pessoas perceberem que elas colocaram silicone não querem que a prótese fique evidente. Assim, o volume pode aparecer à vontade, mas os limites do implante, não!

Porém, para que a prótese fique com esse aspecto natural, é preciso tomar alguns cuidados. O primeiro deles é garantir que ela fique bem coberta pela pele e por tecido mamário, sem mostrar suas bordas ou causar rippling.

Como nem todas as mulheres têm uma pele espessa e tecido mamário suficiente para uma boa cobertura, os médicos desenvolveram algumas técnicas que garantem um resultado natural.


Aumentar os Seios

Assim, a escolha da posição das próteses tem tudo a ver com isso, ou seja, com a possibilidade que uma mulher tem de “esconder” a prótese com seus tecidos naturais. Entenda melhor no próximo tópico.

Quando se utiliza a posição subglandular?

Grande parte das mulheres tem a pele espessa e tecido mamário suficiente para cobrir bem a prótese. Por isso, a maioria das mamoplastias de aumento são feitas colocando o silicone debaixo da glândula mamária.

Nesse caso, os médicos dizem que a prótese foi colocada na posição subglandular. Esse tipo de cirurgia é mais simples. O pós-operatório é menos doloroso e a recuperação, bastante tranquila.

A posição subglandular facilita a projeção das mamas para a frente. Assim, com essa técnica, é possível deixar o colo bem destacado, que é o que muitas mulheres desejam.

Quando se utiliza a posição submuscular?

Porém, algumas mulheres têm pouquíssimo tecido mamário. Além disso, se a pele for fina demais, colocar silicone nesse local deixaria a prótese muito evidente, com as bordas aparecendo e causaria o rippling.

Portanto, quando a mulher não tem pele e tecido mamário suficiente para cobrir a prótese de maneira adequada, os médicos optam pela posição submuscular.

Nesse caso, a prótese é colocada atrás do músculo, junto à parede do tórax. Assim, mesmo com pouca pele e tecido mamário, o resultado da cirurgia se torna bastante natural.

A posição submuscular é menos utilizada que a subglandular. Um dos motivos para isso é a recuperação, que tende a ser um pouco mais delicada e dolorosa.

No entanto, existem recursos para aliviar esse desconforto, incluindo medicamentos analgésicos.

Mas afinal, qual dessas duas opções é a melhor? Na verdade, aquela que é mais adequada às características do seu corpo. O que importa é que um cirurgião preparado indicará a melhor técnica para deixá-la com seios lindos e naturais, que é o resultado que toda mulher deseja.


Silicone Center

E então, ficou com alguma dúvida a respeito das posições das próteses de silicone? Deixe sua pergunta nos comentários e teremos prazer em responder!

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Turbinar ou não turbinar

Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

Simulador de Próteses de Silicone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *