Prótese de silicone após os 40 anos: qual é o perigo de fazer esse procedimento?

Compartilhe !

Você já reparou como as mulheres de hoje amadurecem com muito mais energia? Isso transborda também nos cuidados com a aparência e no desejo de realizar antigos sonhos, levando muitas a colocarem prótese de silicone após os 40 anos.

Pela primeira vez na História, temos uma geração de mulheres nessa faixa etária que alcançou inúmeras conquistas.

Elas conquistaram seu espaço no mercado de trabalho, investem cada vez mais em qualidade de vida, estão colhendo os frutos de uma trajetória profissional e querem, sim, sentir-se mais bonitas.

Então, por que não colocar silicone? Será que existe risco de aumentar os seios depois dos 40? É preciso tomar algum cuidado especial para fazer essa cirurgia?

Isso é o que você vai descobrir neste post. Então, continue a leitura e veja se você se identifica com esse desejo e se está apta a realizar esse sonho!

Qual é o risco de colocar prótese de silicone após os 40 anos?

Felizmente, não existe nenhum risco em colocar silicone após os 40 anos! Afinal, desde que a mulher esteja em boas condições de saúde, ela terá uma cirurgia segura e tranquila, tanto quanto uma jovem de 20 ou 30 anos.


Aumentar os Seios

O que torna uma cirurgia arriscada ou não é a condição física da paciente. Portanto, se ela não tiver nenhuma doença crônica fora de controle, o médico prossegue normalmente com a preparação para a cirurgia.

Como saber se você pode colocar silicone depois dos 40 anos?

A avaliação é igual à de uma paciente mais jovem. Portanto, ela começa com uma consulta inicial, na qual o médico realiza um exame clínico.

Nessa consulta, o médico pergunta sobre o histórico de saúde da paciente e de sua família para definir quais serão os exames necessários no pré-operatório.

Então, em seguida, o cirurgião analisa as mamas da paciente para verificar se o silicone é realmente o procedimento mais adequado para ela.

Afinal, o silicone tem uma única indicação, que é o aumento das mamas. Então, caso a mulher queira corrigir a flacidez, ela precisará de uma mastopexia, ou lifting de mamas.

Quando a mulher apresenta flacidez, o silicone pode até mesmo piorar o problema. Isso acontece porque a prótese acrescentará um peso à pele flácida, deixando as mamas ainda mais caídas.

Portanto, para obter o resultado desejado, o médico indicará a cirurgia adequada às necessidades da paciente.

A partir dessa avaliação, a paciente seguirá as seguintes etapas:

Realização dos exames pré-operatórios

Os exames pré-operatórios revelam se a paciente tem algum problema de saúde que implica em risco cirúrgico.

O médico irá solicitar alguns exames como:

perguntas frquentes prótese de silicone

  • hemograma;
  • coagulação sanguínea;
  • exames de imagem das mamas (ultrassom, mamografia);
  • avaliação cardíaca, como o eletrocardiograma;
  • exame de urina.

Dependendo do histórico clínico individual ou familiar, o médico solicita ainda alguns outros exames. Isso também pode acontecer de acordo com os resultados dessas primeiras análises.

Outro ponto muito importante é informar ao médico quais são os remédios que a paciente utiliza. Durante o pré-operatório, pode ser necessário suspender alguns deles.

Agendamento da cirurgia

Diante dos resultados dos exames, o médico opta por agendar, adiar ou não recomendar a cirurgia.

A maioria das mulheres consegue agendar seu procedimento sem nenhum problema. Porém, outros casos sugerem a necessidade de um adiamento.

Caso a mulher tenha diagnóstico de algum problema de saúde que não esteja controlado nesse momento, ela precisará realizar o tratamento dessas doenças e controlá-las antes de colocar silicone.

Também existem situações, embora raras, em que o médico contraindica a cirurgia. Porém, isso acontece quando a paciente tem patologias mais graves, que impõem uma série de limitações ou tornam o procedimento arriscado.

Um exemplo de condição que contraindica a colocação de prótese é o diagnóstico de determinadas doenças autoimunes.

Então, nesses casos, o sistema imunológico tende a reagir exagerada à presença do silicone, agravando o estado de saúde da paciente.

Outra situação que não é frequente, mas pode acontecer, é o médico solicitar avaliação de outros especialistas. Assim, caso a paciente tenha uma doença pré-existente, a liberação dependerá do parecer desses profissionais.

Planejamento cirúrgico

Caso a paciente não tenha nenhum desses problemas, o médico começa a planejar a cirurgia. Então, nesse momento, o principal objetivo é ajustar expectativas quanto ao resultado estético do procedimento.

Assim, o médico conversará com a paciente a respeito de como ela deseja que seus seios fiquem. É válido lembrar que, embora ela tenha suas preferências, existem limitações definidas pelo biotipo da mulher.

Baseado nessas preferências e limitações, o médico propõe o tamanho e o modelo de prótese adequados para garantir o resultado desejado, seja ele mais natural ou um peito realmente turbinado.

Sempre é importante destacar que o médico fará o possível para atender ao máximo as expectativas da paciente.

Porém, cabe a ele orientá-la para corrigir possíveis distorções nesse ideal e mostrar as melhores opções para obter harmonia, proporção e beleza.

Preparo pré-operatório para colocar prótese de silicone após os 40 anos

Em seguida, o médico orienta a paciente quanto aos cuidados pré-operatórios.

É natural que muitas mulheres sintam-se ansiosas antes do procedimento, mudando seus hábitos alimentares.

Porém, é importante controlar a alimentação e manter o peso, pois variações causam flacidez na pele.

Além disso, no período anterior à cirurgia, o médico orientará a paciente a não tomar determinados medicamentos.

Assim, remédios à base de ácido acetilsalicílico, fórmulas para emagrecer, anticoagulantes, ansiolíticos e terapias hormonais são alguns dos medicamentos vetados nesse período.

Portanto, quando a pessoa depende de determinados medicamentos, o médico tem todo um cuidado para suspendê-los pelo máximo de tempo possível,  mas sempre atentando às necessidades da paciente.

Ainda durante o pré-operatório, pacientes fumantes precisam deixar o cigarro. Seu uso compromete a circulação de sangue, o suprimento de oxigênio dos tecidos e a cicatrização.

Portanto, suspender ou abandonar esse hábito o quanto antes é uma das melhores atitudes para ter uma recuperação tranquila e sem complicações.

Finalmente, no dia anterior à cirurgia, a paciente também não deve ingerir bebidas alcoólicas e nem consumir alimentos gordurosos, industrializados e pesados. Tudo isso contribuirá para um bom resultado do procedimento.

Quando a mulher vê os resultados de colocar prótese de silicone após os 40 anos?

Uma das principais vantagens da prótese de silicone é que a paciente vê o resultado assim que a cirurgia termina.

Assim, ela tem seus seios imediatamente mais volumosos, embora ainda haja um processo de recuperação à frente.

Durante os meses seguintes, os seios ainda vão desinchar e chegar ao tamanho e forma definitivos. Porém, desde o princípio a sensação é maravilhosa!

E você, já passou dos 40 anos e ainda tem o desejo de colocar silicone? Não espere mais! Agende agora mesmo a sua avaliação com nossos especialistas e aproveite esta fase da vida com o corpo dos sonhos!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Compartilhe !

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Turbinar ou não turbinar

    Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

    Simulador de Próteses de Silicone

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *