Prótese de silicone e dedução no IR: descubra se a cirurgia pode ser declarada

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Já pensou na possibilidade de ficar linda, realizar seu sonho e ainda conseguir restituir parte do valor gasto na mamoplastia de aumento? Sim, isso é possível! Por isso, neste post vamos explicar tudo que você precisa saber sobre a prótese de silicone e dedução no IR. Confira!

Prótese de silicone e dedução no IR: é possível deduzir o valor?

Todos os anos, temos um encontro marcado com o “Leão”. Isso significa que quem ganhou valores acima de R$ 28.559,70 em todo o ano de 2018 precisou declarar seus rendimentos e despesas e ver se tem imposto a pagar ou receber.

Embora geralmente esse assunto cause algumas preocupações e transtornos, neste post nós temos uma boa notícia: é possível declarar e deduzir boa parte das despesas com a sua mamoplastia de aumento.

Dessa forma, você pode ter um dos três benefícios abaixo:

  • para as pessoas que têm imposto a pagar, o valor dessa cobrança poderá ser reduzido;
  • em outros casos, a dedução do valor da cirurgia é suficiente para zerar o imposto a ser pago;
  • para outras pacientes, a comprovação da despesa médica pode gerar uma restituição ou aumentar o valor que o governo devolverá.

Nessas três situações, os resultados são positivos, concorda? Então, saiba como fazer isso!

Prótese de silicone dedução  IR: o que é possível deduzir?

Primeiramente, é importante saber que não há limites para o valor de dedução de despesas médicas. Portanto, não importa se você gastou 10 mil, 50 mil ou 100 mil reais com despesas médicas ao longo do ano. Tudo isso pode ser declarado.

Porém, existe uma restrição da Receita Federal quanto aos itens que podem ser deduzidos. Existe uma lista de despesas que podem ou não ser incluídas na declaração e descontadas no valor do imposto.

Como os itens são muitos, nós selecionamos aqui apenas aqueles que estão relacionados à cirurgia para colocar silicone. Então, veja quais são eles:


Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

Despesas médicas que podem ser descontadas

Quanto aos gastos com a mamoplastia de aumento, as pacientes podem descontar pagamentos realizados a médicos de qualquer especialidade (cirurgião plástico, anestesista e auxiliar).

As despesas de internação também podem ser descontadas. No entanto, é preciso que a clínica ou hospital tenha licença de funcionamento aprovada pelas autoridades e competentes.

Além disso, a paciente também pode incluir na declaração exames laboratoriais e serviços radiológicos.

Despesas médicas que não podem ser descontadas

No entanto, algumas das despesas referentes à mamoplastia de aumento não podem ser descontadas. Entre elas, estão os medicamentos utilizados, bem como a própria prótese de silicone.

Portanto, a paciente pode deduzir o valor da cirurgia, do serviço realizado pelos profissionais e pela clínica. Porém, ela não tem a opção de descontar o valor do implante.

Também não é possível deduzir o valor da passagem e hospedagem para tratamento médico. Outra despesa que não pode ser incluída é o pagamento do terapeuta responsável pela drenagem linfática.

Como declarar?

A declaração dessas despesas é muito simples. Existe um programa que a Receita Federal disponibiliza para que o contribuinte faça a declaração anual.

Neste programa, existe uma ficha chamada “Pagamentos Efetuados”. O declarante precisa clicar nela e no botão “Novo”.

A seguir, escolha na aba um tipo de serviço que a sua despesa representa. Geralmente, os pagamentos referentes a este tema estão relacionados ao código 10 (médicos no Brasil) ou 21 (médicos, clínicas e laboratórios no Brasil). Porém, é necessário olhar cada uma com atenção.

Finalmente, você declara as outras informações referentes àquela despesa. O programa solicitará o nome do profissional e seu CPF. No entanto, se for uma clínica ou hospital, os dados pedidos são a razão social e CNPJ.  A seguir, você digita qual foi o valor pago a cada um deles.

Por isso, é fundamental guardar os recibos e notas fiscais. Esses documentos têm as informações necessárias para o preenchimento e também servem para comprovar os gastos, caso a Receita Federal peça algum esclarecimento.

Ainda vale a pena destacar que o desconto dos valores de qualquer despesa médica só é possível quando o contribuinte opta pela declaração completa. Na declaração simplificada, não há nenhum tipo de dedução.

E agora, ficou animada com a possibilidade de turbinar as mamas e ainda ter um desconto ou restituição de Imposto de Renda? Achou o post interessante? Então, que tal compartilhá-lo no Facebook e deixar suas amigas felizes com essa possibilidade também?

 

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Turbinar ou não turbinar

Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

Simulador de Próteses de Silicone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *