Tipos de seios: descubra qual é o seu como valorizá-lo!

5 (100%) 1 vote

Não é só o tamanho das mamas que incomoda muitas mulheres que procuram as clínicas de cirurgia plástica. Existem diferentes tipos de seios, formatos e outras características que também levam as pacientes a buscarem procedimentos para remodelá-los.

Quer saber que tipos são esses? Então, não perca este post! Vamos explicar as características de cada um e o que a paciente pode fazer para valorizá-los até realizar sua cirurgia plástica.

Ficou curiosa? Continue a leitura!

Tipos de seios: formatos e características

Separamos os 7 tipos de seios mais comuns. Fique atenta à descrição e descubra qual é o seu!

1. Seios assimétricos

A maioria das mulheres possui algum nível de assimetria nos seios. Aliás, essa não é uma característica apenas das mamas. Nossos olhos, mãos e pés, assim como outros órgãos e membros também têm uma pequena diferença de tamanho.

Porém, em alguns casos, a diferença de tamanho entre os seios é mais evidente. Apesar de algumas mulheres não se incomodarem com isso, outras ficam bastante constrangidas.

Essas mulheres evitam algumas situações ou peças de roupas bastante comuns, como blusas mais justas e decotes profundos. O receio de evidenciar essa diferença com o biquíni pode levá-las a não participar de atividades na praia ou piscina, por exemplo.

Portanto, se essa assimetria causa tanto desconforto, é melhor solucioná-la e viver de bem com o corpo. Enquanto isso não acontece, uma boa alternativa é usar sutiãs com bojo removível.

Assim, a mulher pode tirar o bojo do lado que tem o seio maior e manter o bojo do outro lado, compensando essa diferença.

2. Seios em formato de sino

Esse tipo de seio tem as mesmas características desse objeto: ele é mais fino na parte superior, próxima ao colo, e ganha mais volume na parte de baixo, na porção próxima às aréolas.

Portanto, esse formato é exatamente o contrário do que as mulheres geralmente esperam porque além de não deixarem o colo marcado, eles costumam ser um pouco mais caídos.

Para disfarçá-los, a melhor opção é usar sutiãs que proporcionam uma boa sustentação à mama. Dessa forma, a parte de baixo é mantida em um nível mais próximo ao do colo, diminuindo a aparência de flacidez.

Os sutiãs tomara que caia não são indicados para esse tipo de seio, já que eles não proporcionam tanta sustentação.

Seios em Formato Gota

3. Seios em formato de gota

Os seios em forma de gota também são mais cheios na parte de baixo que na área superior. Porém, eles são um pouco mais arredondados, o que reduz a impressão de que a mama está caída.

Esse tipo de seio pode ser valorizado por quase todos os modelos de sutiã existentes no mercado. Nesse caso, o cuidado está na escolha do tamanho mais apropriado para o corpo e a mama da mulher.

Seios redondos

4. Seios redondos

Entre os diferentes tipos de seios, os redondos representam o sonho da maioria das mulheres. Eles são cheios na mesma proporção, criando uma imagem equilibrada, proporcional.

Também devido à boa distribuição de tecidos e gordura, esse tipo de seio costuma ser mais firme.  A maioria das mulheres que procura o cirurgião para colocar uma prótese de silicone quer ficar com as mamas nesse formato.

Porém, algumas mulheres têm lindos seios nesse formato mas estão descontentes com o tamanho. Nesse caso, elas podem colocar uma prótese de silicone e, enquanto não realizam esse sonho, recorrer a sutiãs com bojo.

A mulher que possui o seio redondo pode usar qualquer modelo de sutiã. Como suas mamas não precisam de sustentação, então não é preciso recorrer a armações ou mesmo alças reforçadas. É só escolher a peça que mais a agrada e comprar!

5. Seios leste-oeste

Esse é um dos tipos de seios que as mulheres mais reclamam. Devido ao seu formato, os mamilos não ficam alinhados em direção à frente do corpo. Eles parecem olhar para lados opostos, e por isso recebem esse nome.

Muitas vezes, os seios leste-oeste são avantajados, têm um tamanho um pouco maior que o normal. Outra característica importante é que existe um espaço entre eles, aumentando essa distância entre os mamilos.

Então, o primeiro passo para disfarçar esse tipo de seio é evitar que os mamilos se destaquem. Assim, não será possível identificar que eles são direcionados para lados opostos. A melhor maneira de fazer isso é usar um sutiã mais grosso, que cubra bem essa área.

Além disso, é preciso escolher bem o modelo. Os sutiãs triangulares, por exemplo, são desenhados para trazer os seios para o centro do peito. Portanto, eles são uma excelente opção para disfarçar todas as características desse formato.

6. Seios em formato de pêssego ou delgados

Na verdade, o formato dos seios pêssego praticamente não lembra essa fruta. Por isso, eles também recebem o nome de de seios delgados (finos, magros).

Esse tipo de seio é mais comprido que largo. Ele é pouco preenchido na parte superior, próxima ao colo. Portanto, eles também não têm aquela aparência firme que é tipica dos seios arredondados.

Sem esse preenchimento e com as pontas maiores, os mamilos de quem tem esse tipo de seio ficam apontados para baixo, tornando a mama caída.

Por isso, muitas mulheres que têm seios delgados optam por colocar silicone, a fim de arredondar as mamas e conseguir mais volume e harmonia.

Enquanto isso não acontece, a mulher com seios delgados pode usar modelos com bojo. Além de darem volume e levantarem as mamas, eles modelam a região e disfarçam as características que mencionamos.

7. Seios espaçados

Finalmente, vamos falar dos seios espaçados. Muitas vezes, o formato das mamas é lindo, arredondado e proporcional. Porém, a separação entre elas incomoda as pacientes.

Para valorizar esses seios, que também são chamados de laterais ou separados, o modelo de sutiã mais recomendado é o plunge.

Talvez o nome não seja tão conhecido, mas o plunge é caracterizado pelo formato de V na parte da frente. Dessa forma, ele não só sustenta os seios, mas os traz para o centro do peito,  marcando o decote e disfarçando a separação.

8. Seios flácidos

Os seios flácidos estão entre as queixas mais frequentes nos consultórios de cirurgiões plásticos.

As mamas podem ser consideradas flácidas ou relaxadas quando a aréola fica na mesma linha que a dobra inferior dos seios ou, em muitos casos, até abaixo dela.

O fato de as aréolas apontarem para baixo acentuam ainda mais a aparência de mamas caídas.

A flacidez das mamas pode acontecer por vários motivos. A idade, por exemplo, é um dos fatores que interferem na firmeza da pele e na diminuição do preenchimento natural dos seios, causando esse resultado.

Porém, existem outras causas para a flacidez das mamas, também chamada de ptose mamária. As principais são:

  • aumento das mamas durante a gravidez;
  • perda da firmeza e elasticidade natural da pele;
  • ganho e perda de peso;
  • mudanças hormonais.

É possível disfarçar as mamas flácidas usando modelos de sutiãs que levantam os seios. Assim, o push-up, meia taça e balconê são as melhores opções.

No entanto, se além de flácidas as mamas ainda forem volumosas, o cuidado na escolha do sutiã deve ser redobrado. Nesses casos, é preciso procurar peças com ótima sustentação, o que faz o meia taça ser eliminado dessa lista.

Conseguiu identificar qual desses tipos de seios é o seu? Quer descobrir se a prótese de silicone é uma boa solução para corrigir o formato e deixá-los perfeitos?

Então, não perca tempo! Confira nosso Manual Completo da Prótese de Silicone e saiba tudo sobre essa opção!

Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site da Silicone Center ou clique na imagem e faça o teste abaixo !


Turbinar ou Não Turbinar ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *