Tipos de silicone para seios: saiba se a qualidade das próteses interfere no resultado

Formatos, tamanhos, revestimentos são alguns dos fatores que podem ser diferentes quando se escolhe uma prótese mamária. Porém, independentemente dos tipos de silicone para seios, existe uma certeza: a qualidade deles tem que ser excelente! Afinal, estamos falando de um produto que permanece dentro do organismo da mulher durante muito tempo.

Por isso, as mulheres que têm o sonho de colocar silicone e que estão pesquisando sobre o tema, devem saber o que perguntar ao médico cirurgião em relação à prótese. Assim, elas terão confiança e a certeza de que tudo correrá bem na cirurgia.

Pensando nisso, decidimos falar sobre o assunto neste post, porque é muito comum ver as pacientes que cheguem à clínica com dúvidas e ressalvas acerca das próteses. Então, hoje, neste artigo, você vai descobrir de que são feitos os implantes, a qualidade exigida pelo mercado e se existe alguma interferência no resultado da cirurgia. Confira!

Tipos de silicone para seios: do que são feitas as próteses?

Atualmente, quase todas as próteses de silicone vendidas no Brasil são feitas com a mesma substância.

A concha é feita de um elastômero de silicone, que – como o próprio nome sugere – é um material elástico e muito resistente. Mesmo que uma pessoa aperte e o deforme, instantaneamente ele volta ao seu formato original.

A parte interna da prótese é feita com um gel de silicone de alta coesividade, um material pastoso e muito compacto. Assim, mesmo se o implante se romper – algo muitíssimo raro de acontecer – seu interior não se espalha.


Aumentar os Seios

Próteses de silicone: quais são as normas de fabricação?

No Brasil, o órgão que fiscaliza as próteses de silicone é a Anvisa -Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Para aprovar cada lote, amostras passam por testes rigorosos feitos pelo Inmetro.

Para que uma empresa registre suas próteses de silicone na Anvisa, ela precisa se adequar a um conjunto de normas.

A primeira norma é a ISO 14607:2007, que estabelece critérios sobre o desempenho do material. Portanto, ela faz exigências relacionadas a materiais utilizados, fabricação, esterilização e embalagens.

Já a norma ISO 14949:2001 fala sobre os requisitos de pureza. Ela se refere especificamente à composição dos elastômeros de silicone utilizados na fabricação das próteses.

No Inmetro, os técnicos verificam se as próteses fabricadas atendem aos requisitos dessas normas. Portanto, esses testes são:

  • ensaios de fadiga: determinam o tempo de vida útil do produto;
  • testes de impacto: avaliam se o produto suporta pressão, peso, estiramento, pancadas;
  • avaliação de resistência mecânica da membrana: mostram se envoltório se rompe facilmente ou se é resistente.

Só depois de passar por todos esses testes o lote é certificado pela Anvisa. Assim, ele é liberado para comercialização no Brasil com todas as garantias de segurança.

Tipos de próteses de silicone: qual é a interferência no resultado?

Na verdade, todas as próteses vendidas legalmente no Brasil precisam ser aprovadas pela Anvisa. Portanto, existe uma garantia de qualidade e segurança para as pacientes.

Porém, existem outras diferenças que interferem no resultado. Elas estão relacionadas principalmente ao tamanho, formato e revestimento, mas não tornam a cirurgia mais ou menos segura.

A principal diferença entre elas é o resultado estético. Por isso, algumas são mais adequadas para pacientes com troncos mais largos ou mais estreitos, que querem maior ou menor projeção, e assim por diante.

O cirurgião plástico experiente é o profissional que tem o conhecimento necessário para analisar essas diferenças. Ele avalia a melhor opção para cada paciente, de acordo com suas expectativas para a cirurgia, as medidas do corpo e o biotipo de forma geral. Entenda melhor nas próximas linhas.

perguntas frquentes prótese de silicone

Tipos de Silicone

Prótese cônica

Como o próprio nome já sugere, esse tipo de prótese tem a base menor e a maior projeção em relação aos demais.

Como a maior parte do volume da prótese fica concentrada em seu centro, os seios tendem a ficar mais projetados para frente, especialmente o mamilo.

Essa prótese costuma dar um resultado mais natural e discreto aos seios. Outra vantagem é a possibilidade de projetar a mama sem, necessariamente, adicionar volume.

Além disso, esse tipo de prótese de silicone melhora a aparência dos seios que apresentam grau leve de flacidez. A prótese de silicone cônica é também recomendada para pacientes com tórax e ombros estreitos.

Prótese redonda

Essa costuma ser a prótese mais escolhida pelas mulheres, justamente por ser aquela que dá o resultado de seios grandes que tantas buscam.

Ela preenche bastante a parte superior da mama e marca o colo. As mulheres mais ousadas, que adoram chamar a atenção para os seios e abusar dos decotes costumam amar o resultado que a prótese de silicone redonda dá ao corpo.

Prótese em formato de gota

Conhecida também como prótese anatômica ou “natural”, ela concentra a maior parte de seu volume na parte inferior do seio, formando o desenho de uma gota.

Esse tipo de prótese é ideal para aumentar o tamanho dos seios, mas sem perder o contorno natural do colo, justamente por concentrar o aumento na parte de baixo.

Perfil da prótese

O perfil da prótese é o que dá a característica aos seios após a cirurgia.

Com isso, os tipos de prótese de silicone podem ser subdivididos nos seguintes perfis:

Perfil Baixo e Moderado

Essas são as próteses de silicone com maior base e menor projeção, ou seja, menor altura.

Como o diâmetro da base é maior, o silicone fica distribuído de maneira mais uniforme pela largura. Portanto, esse implante não tem uma projeção tão significativa.

Os silicones de perfil baixo e moderado podem ser indicados para mulheres com tórax mais largo ou que não querem evidenciar os seios.

Perfil Alto e Extra alto

Esses são os tipos de silicone que tanto adoramos! Afinal, eles têm a base estreita, e o silicone fica mais alto.

São mais projetados e se ajustam muito bem ao tórax, realçando os seios.

Finalizando

Entendeu que, independentemente dos formatos, tamanhos e revestimentos de tipos de silicone para seios, todos os implantes mamários aprovados pela Anvisa são seguros?

Quer saber mais sobre esse assunto? Acompanhe nossas páginas no Facebook e Instagram para não perder novas publicações e informações!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Turbinar ou não turbinar

    Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

    Simulador de Próteses de Silicone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *