Precisamos falar sobre a saúde sexual feminina!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Você ainda faz parte do grupo que fica constrangido quando se fala em saúde sexual feminina?

Se você sente esse constrangimento, não se envergonhe. Infelizmente, o tema ainda é um tabu devido a uma série de fatores culturais.

Porém, é preciso quebrar este tabu, nem que seja gradualmente. Afinal, como você vai ver neste post, o bem-estar sexual se relaciona à saúde do nosso corpo como um todo.

Pronta para saber mais sobre esse assunto? Então, continue a leitura!

Por que é importante falar sobre a saúde sexual feminina?

Nossos órgãos sexuais são como quaisquer outros órgão do corpo. Eles têm suas funções e, quando não conseguem desempenhá-las, eles se tornam disfuncionais.

Portanto, não tenha receio de cuidar da sua saúde sexual. Afinal, se estruturas do nosso corpo foram feitas para proporcionar prazer, isso significa que é importante para nós termos essa sensação.

Uma vida sexual plena é fonte de bem-estar. O prazer faz com que o nosso corpo produza neurotransmissores que nos tornam mais felizes, relaxadas e inibem até mesmo sensações de dor. Eles são um verdadeiro remédio!

E não é só isso. Não podemos nos esquecer de que a falta de prazer, e até mesmo a ausência de desejo, podem indicar que outras áreas do nosso corpo não estão bem.

Problemas sexuais podem indicar distúrbios hormonais, doenças endócrinas, efeitos negativos de medicamentos ou desordens emocionais.

Portanto, vale a pena ficar atenta a esses sinais e buscar o médico caso qualquer problema sexual persista.

Afinal, a saúde sexual da mulher é um indicativo de saúde integral. A falta dela é um termômetro que mostra que algo não está bem.

Como cuidar da saúde sexual feminina?

Para pensar em saúde sexual feminina, precisamos entender que ela depende do bom funcionamento de vários fatores. Veja quais são eles!

Fatores físicos que interferem na saúde sexual feminina

Há quanto tempo você não procura o médico para fazer um check-up, para entender como andam seus hormônios, se as vitaminas estão em seus índices normais?

A sexualidade é uma função muito complexa do nosso organismo. Afinal, ela envolve fatores físicos e mentais.

Portanto, precisamos garantir que o organismo esteja funcionando perfeitamente, pois as disfunções impactam também no em outros sistemas.

Para monitorar esses indicadores, é simples. A mulher precisa visitar seu médico com frequência e realizar os exames laboratoriais que indicam os níveis de hormônios, possíveis carências de vitamina, etc.

Doenças como a diabetes podem afetar a qualidade da vida sexual. Portanto, nesses casos, a paciente deve realizar um tratamento para controlar a doença e solucionar o problema.

Cuidados preventivos relacionados à saúde sexual feminina

O segundo fator que merece atenção é a prevenção a doenças, inclusive as infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Existem muitos vírus, bactérias e outros microorganismos que podem causar desde uma simples coceira até uma doença permanente e com sérias consequências, como a AIDS.

Portanto, o cuidado preventivo e a orientação para o uso de preservativos deve fazer parte da vida da mulher.

Incentivo à sexualidade

Você com certeza já percebeu que a maneira como homens e mulheres são educados para a sexualidade é completamente diferente.

Afinal, desde cedo, os meninos são ensinados a conquistarem as meninas e viverem sua sexualidade de forma livre. Quanto mais, melhor!


Aumentar os Seios

Já as meninas são educadas em um contexto muito mais repressivo, de negação da sexualidade e do prazer.

Elas não podem tocar sua genitália, sentem-se culpadas quando esse toque dá prazer. Assim, ao chegarem à adolescência, elas são julgadas se tiverem a mesma atitude que os homens.

Esse é, provavelmente, o aspecto mais delicado do cuidado com a saúde sexual feminina. Então, a família e os profissionais precisam se preparar para incentivar uma prática saudável e benéfica para o corpo e a mente.

Quando a mulher consegue exercer sua sexualidade dessa forma, existe um ganho significativo em bem-estar.

Influência da saúde mental sobre a sexualidade

A condição mental interfere, positiva ou negativamente, em nossa vida sexual. Portanto, também é fundamental tratar transtornos que afetam nossa saúde nesta área.

Estresse, ansiedade e depressão estão entre os fatores que interferem na vida sexual. Assim, o prejuízo pode acontecer devido ao próprio transtorno ou como efeito dos medicamentos.

Além disso, uma educação repressora e traumas do passado podem desencadear reações involuntárias do organismo. Então, a mulher passa a ter dificuldades com a relação sexual.

perguntas frquentes prótese de silicone

Um exemplo é o vaginismo, que se caracteriza por contrações involuntárias da vagina diante da penetração. Assim, a mulher sente dor, e não prazer.

É preciso buscar um especialista para livrar-se desses traumas e poder vivenciar a sexualidade de forma plena.

Quais são os benefícios de uma boa saúde sexual?

Como já dissemos, a boa saúde sexual se reflete na saúde de todo o corpo. Então, ela traz os seguintes benefícios:

  • alívio da dor devido à produção de neurotransmissores que funcionam como analgésicos potentes;
  • relaxamento, bem-estar;
  • melhor ativação do sistema imunológico;
  • melhora na qualidade do sono;
  • redução de preocupações devido ao fortalecimento dos relacionamentos;
  • autoconhecimento;
  • autoestima;
  • aumento da produtividade, concentração e criatividade.

Quando buscar ajuda?

Embora seja fato que a saúde sexual está intimamente relacionada à saúde geral da mulher, ainda existem muitas que enfrentam problemas nesta área.

Diversas pesquisas mostram que pelo menos 30% das brasileiras nunca tiveram um orgasmo em suas vidas. 70% delas não chegam ao clímax com a penetração. Portanto, é um número muito expressivo.

Mas afinal, quando buscar ajuda? Selecionamos alguns sinais de que vale a pena procurar um médico de confiança para diagnosticar e solucionar possíveis problemas:

  • contato sexual que causa sofrimento de qualquer natureza: dor, incômodo ou mesmo culpa;
  • redução na lubrificação vaginal, que é essencial para um sexo prazeroso;
  • ausência de desejo sexual;
  • comportamento frequente de evitamento do contato sexual;
  • dificuldade para chegar ao orgasmo ou a ausência completa dele.

Às vezes, o cuidado com a saúde sexual feminina pode demandar uma abordagem multiprofissional. Então, a paciente precisa recorrer a médicos, psicólogos e até mesmo fisioterapeutas.

Outras vezes, ela precisa apenas equilibrar seus hormônios para começar a ver resultados positivos.

Também não podemos nos esquecer de que, em algumas situações, a rotina da mulher sufoca o desejo sexual. Então, ela precisa reequilibrar seu tempo para estar disposta a manter um contato íntimo com o parceiro.

Agora você já sabe qual é a importância e por que cuidar da saúde sexual feminina. Gostou do post?

Então, compartilhe com suas amigas! Elas também podem precisar de uma forcinha para pensar com mais carinho nesta área tão importante da vida!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Simulador de Próteses de Silicone Agendar Consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *