Prótese de silicone definitiva existe?

Turbinar os seios é um sonho cada vez mais acessível. Porém, diversas mulheres se preocupam não apenas com o pós-operatório e com o resultado da cirurgia, mas também com uma possível troca das próteses. Mas, afinal, será que existe uma prótese de silicone definitiva?

Se você é uma dessas mulheres e também gostaria de saber a resposta, continue a leitura deste post. Vamos explicar como as próteses evoluíram e se realmente existe essa necessidade de trocar o implante mamário com certa periodicidade. Acompanhe e, depois, conta pra gente nos comentários o que você achou!

A história que ninguém conta

Antes de entrarmos no assunto principal desse post é importante entendermos a história das próteses de silicone. É a partir disso que ficará mais fácil compreender sobre a cirurgia feita atualmente.

Veja, o primeiro registro médico de uma tentativa de aumentar as mamas data de 1895. Mas, infelizmente, o procedimento não teve sucesso, já que a aposta da época foi de aproveitar um tecido de gordura das costas da paciente para injetar nas mamas.

Anos mais tarde, novas tentativas foram surgindo, mas de formas bem perigosas. Imagine injetar nas mamas materiais como: parafina, gordura animal, cartilagem de boi, bolas de vidro e implantes de esponja. Absurdo, não é mesmo?

Foi somente nos anos 60 que a primeira cirurgia de implante de silicone foi realizada com sucesso.

Hoje, a mamoplastia de aumento se tornou a segunda cirurgia plástica mais realizada no mundo, ficando somente atrás da lipoaspiração. Para se ter uma ideia, no Brasil já são quase 300 mil procedimentos no ano, de acordo com levantamento feito em 2018 pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS).

Existe prótese de silicone definitiva?

Agora que você já sabe como surgiu a cirurgia de próteses mamárias, vamos um pouco mais além. Veja, com o avanço das próteses de silicone, os casos de rejeição se tornaram bem menos frequentes. Atualmente, um número que não ultrapassa 0,5% das mulheres com implantes modernos relata esse problema.

Além disso, os próprios fabricantes costumam dar uma garantia bem extensa das próteses. Existem até mesmo marcas que se comprometem a substituir o implante pelo resto da vida em caso de contratura.

No entanto, não é possível afirmar que qualquer prótese de silicone seja definitiva. Embora a contratura capsular seja cada vez mais rara, o processo de rejeição pode acontecer em algum momento.

Ainda é necessário trocar as próteses de silicone?

No passado, essa troca era muito mais frequente. Assim, os médicos já alertavam as pacientes, no momento de colocar o silicone, que em 10 ou 15 anos elas precisariam de uma nova cirurgia.

Isso acontecia porque a superfície das próteses de silicone era lisa. Então, o organismo rejeitava rapidamente aquele corpo estranho, formando uma cápsula para se defender.

No entanto, hoje em dia as próteses têm revestimento texturizado. A superfície rugosa faz com que a aderência entre o implante mamário e os tecidos do organismo aconteça rapidamente e seja mais efetivo.

Dessa forma, a contratura capsular se tornou um problema raríssimo. Portanto, muitas trocas que antes eram realizadas, hoje são desnecessárias, embora essa possibilidade ainda exista.

Quando a paciente precisa trocar o implante mamário?

Existem alguns sinais que mostram a necessidade de trocar a prótese de silicone. Esses sintomas evidenciam a contratura capsular que, quando atinge graus mais sérios, exige uma nova cirurgia.

Os sintomas dos diferentes graus de contratura capsular são:

  • Grau 1: a mama está perfeitamente normal e sem alterações estéticas que incomodem a mulher. Porém, o corpo está formando uma fina camada de proteção (cápsula) em volta da prótese de silicone.
  • Grau 2: a paciente consegue sentir levemente a presença da prótese quando apalpa suas mamas. No entanto, ela não sente dores, o seio não fica rígido e não existe nenhuma alteração estética.

Quando a contratura capsular permanece nos níveis 1 e 2, a paciente não precisa realizar uma nova cirurgia. Entretanto, se ela se sentir incomodada, o médico pode receitar medicamentos e massagens.

  • Grau 3:  a presença da prótese é sentida facilmente quando a paciente apalpa a mama, pois a camada de proteção está se tornando mais grossa. Um seio pode ficar assimétrico em relação ao outro e também não é incomum aparecerem ondulações na superfície do implante mamário.
  • Grau 4: no grau mais sério da contratura capsular, a assimetria se torna mais grave. A mama fica endurecida e dói constantemente.

Se a paciente apresenta os sintomas dos graus 3 e 4, o médico solicita exames para diagnosticar a rejeição. Então, a alternativa será a substituição da prótese de silicone.

Vale a pena destacar que esses casos são raros. É muito importante que a mulher volte ao médico na frequência indicada por ele e realize exames para avaliar a integridade da prótese de silicone.

Quero trocar minha prótese por uma maior

Porém, existe outro motivo para troca de silicone que está além da tecnologia ou das técnicas utilizadas. Algumas pacientes, depois da cirurgia, sentem-se insatisfeitas com o volume dos seios.

Para algumas, as mamas ainda ficaram pequenas. Para outras, o volume ficou exagerado. Então, elas pedem uma nova cirurgia para trocar o tamanho da prótese.

A única forma de evitar esse novo procedimento é a definição criteriosa do tamanho da prótese. É fundamental conversar abertamente com o cirurgião, expor suas expectativas e principalmente ouvir o que o profissional tem a dizer.

Finalizando


Aumentar os Seios

Entendeu quando é preciso trocar a prótese de silicone? Percebeu que atualmente não há motivos para se preocupar com a rejeição aos implantes mamários?

Quer saber mais sobre o assunto? Então, fique mais com a gente aqui no Blog. Semanalmente, publicamos os conteúdos mais recentes sobre o universo do silicone. Navegando por aqui, você encontrará as respostas para as principais perguntas sobre a cirurgia e como se organizar para ela. 

Você também pode nos seguir em nossas páginas no Facebook e no  Instagram para acompanhar as dicas, tendências e outras informações sobre a cirurgia para turbinar os seios. Chegou a hora de um up na sua autoestima! Ficou animada? Então, vem com a gente!

A equipe do Silicone Center terá um grande prazer em te receber. Seja muito bem-vinda ao nosso espaço.

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar uma turbinada? Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato:


perguntas frquentes prótese de silicone

    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Simulador de Próteses de Silicone Agendar Consulta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *