Simastia após silicone: saiba como evitar

Você já ouviu a respeito da simastia após prótese de silicone? Se você está buscando informações sobre a cirurgia de prótese mamária, certamente já se deparou com o tema. Essa é uma complicação que pode acontecer após a cirurgia, mas que é plenamente evitável, sabe por quê?

Veja, quando uma mulher tem o desejo de se submeter a uma cirurgia plástica, de nada adianta tentar seguir o mesmo padrão de outras mulheres. Afinal, cada corpo é diferente e suporta próteses de volumes e perfis também diferentes. Ou seja, não adianta querer o mesmo resultado.

O cirurgião, com sua experiência, vai dizer até que ponto o sonho da paciente de ter seios volumosos e empinados pode impactar na sua saúde. Ele também vai dar todos os argumentos para evitar a simastia. Portanto, ouvi-lo é sempre uma boa medida.

Claro que você deve ter ficado curiosa para saber o que de fato é simastia e como evita-la, não é mesmo? Então, continue a leitura que nós vamos te explicar tudo.

Em primeiro lugar, o que é simastia?

A simastia (também conhecida como sinmastia) é a ausência de espaço entre os seios. Na região entre as duas mamas forma-se uma espécie de “ponte” de tecido, dando a impressão de que os seios estão colados um no outro.

Simastia Congênita

Em algumas mulheres, a simastia é congênita. Portanto, a mulher já nasce com essa condição, que se torna visível quando os seios começam a crescer.

A simastia congênita também acontece com mais frequência quando as mamas são hipertróficas (muito grandes). Em alguns casos, essa condição é mais discreta e as mulheres convivem com a situação de forma tranquila.

Simastia após implante de silicone

A simastia após silicone acontece quando a prótese é muito grande para a largura do tórax da paciente, por erro no procedimento ou por traumas posteriores.

Se as próteses forem de tamanho exagerado, por exemplo, o espaço que sobra entre os seios é realmente pequeno. Por isso, o peito não consegue acomodar os implantes mamários e manter a forma esperada, criando essa ponte mais alta.

O problema também ocorre quando a prótese se desloca para o centro devido ao erro na escolha do tamanho ou por falha no procedimento. Assim, os seios ficam bem juntos no centro do tórax, criando um problema estético.

Como evitar a simastia após silicone?

Não é possível evitar a simastia congênita, embora ela possa ser corrigida com cirurgia plástica.

Porém, no caso da simastia após silicone, é perfeitamente possível evitar esse problema.

O primeiro passo é, sem dúvida, escolher um cirurgião plástico habilitado para realizar a cirurgia e na consulta pré-operatória ouvi-lo quanto aos limites do tamanho máximo do implante possível baseado nas medidas e formato do seu tórax.

Além disso, deve-se realizar os curativos e tomar os cuidados pós-operatórios conforme orientado pelo médico. Não deixe de usar o sutiã cirúrgico, ele é fundamental no seu pós-operatório.

Técnicas cirúrgicas que promovem a  correção de simastia:

  • Troca do implante: quando a simastia ocorreu devido ao tamanho excessivo da prótese, é preciso trocar o implante para promover a correção do problema.
  • Capsulorrafia interna: essa técnica consiste na costura interna da prótese, para promover um novo desenho do seio.
  • Capsulectomia medial extensa: é retirada uma fração da prótese com contratura na região externa e central do peito.
  • Ressecção do tecido com lifting reverso:  para casos de simastia congênita, também é possível realizar a ressecção do tecido frouxo entre as mamas associada a um lifting reverso, para proporcionar melhor ancoramento do seio.

Embora costumem ser realizadas incisões nas mesmas cicatrizes anteriores, as cirurgias para correção da simastia são bastante delicadas e complexas, por isso, o ideal mesmo é tentar não causar motivações que levem a essa condição.

Além disso, os cuidados pós-operatórios precisam ser seguidos com ainda mais rigor. A recuperação será em torno de um mês.

Vamos para mais dicas?

1. Procure uma boa clínica

Uma das principais causas da simastia é a imperícia do cirurgião. Por isso, é fundamental procurar uma clínica de confiança, que conte com médicos experientes e capazes de realizar o procedimento com perfeição.

2. Ouça o cirurgião

Quando o cirurgião recomenda um tamanho de prótese de silicone, ele leva vários fatores em consideração. Assim, além de ouvir as expectativas da paciente, ele também analisa o biótipo dela.

Uma das medidas que ele avalia é a largura do tórax. Então, ele usa essas informações para propor uma prótese proporcional ao corpo da paciente, que gere um resultado harmônico.

Por isso, é muito importante ouvir seu cirurgião. Se ele informa que uma prótese é grande demais para o seu tamanho, confie na indicação dele e escolha um tamanho mais adequado. Isso vai evitar o risco de problemas como a simastia.

3. Respeite o pós-operatório

Seguir todas as recomendações do cirurgião no pós-operatório vai evitar que a prótese se desloque, causando a simastia. Então, cumpra o repouso e use o sutiã cirúrgico de acordo com as orientações do médico.

4. Procure o médico em caso de trauma


Aumentar os Seios

Infelizmente, algumas situações não estão sob nosso controle. Por isso, se a paciente sofre um acidente com impacto realmente grave, o silicone pode se deslocar. Nesse caso, é importante ir ao médico e fazer exames para avaliar o estado e posição da prótese.

Finalizando

Entendeu o que é simastia após silicone e como ela pode ser evitada? Ainda ficou com dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários e teremos prazer em responder!

Você também pode obter mais informações navegando aqui mesmo no nosso Blog. Semanalmente, publicamos artigos exclusivos com os temas de maior destaque no universo da cirurgia de prótese de silicone.

Além disso, você também pode nos seguir em nossas redes sociais, Facebook e Instagram, Por lá, dicas e informações valiosas são publicadas para sanar as principais dúvidas sobre esse procedimento estético. Gostou?

Então, não perca tempo. Vá agora mesmo saber mais sobre a cirurgia queridinha das brasileiras.

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center

perguntas frquentes prótese de silicone


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Turbinar ou não turbinar

    Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

    Simulador de Próteses de Silicone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *