Silicone nos seios tira a sensibilidade da região?

Tão importante quanto a estética das mamas é a funcionalidade dessa região. Por isso, é comum as mulheres perguntarem se o silicone nos seios tira a sensibilidade, prejudicando a vida sexual e a amamentação.

Então, se você também tem esta dúvida, não perca este post. Vamos explicar o que acontece durante a cirurgia, se ela pode realmente afetar a sensibilidade e se esse resultado é permanente. Acompanhe!

Como a cirurgia para colocar silicone afeta os seios?

Atualmente, a maioria das mamoplastias de aumento são feitas utilizando a técnica subglandular. Isso significa que a prótese é colocada entre a glândula mamária e o músculo.

Além disso, a incisão mais utilizada é a inframamária, ou seja, um corte no sulco que fica abaixo da mama.

No entanto, além do corte externo, o médico também faz uma incisão para abrir o local onde a prótese será colocada, atrás da glândula mamária. Por isso, como é o lugar onde o implante ficará alojado, esse espaço é chamado de loja.

Nesse processo, é natural que o médico corte os tecidos que fazem parte da mama e também os nervos que ficam nessa região.


Aumentar os Seios

Assim, a interferência nos nervos interrompe a comunicação entre o que acontece na pele e o estímulo que chega ao cérebro. Dessa forma, pode haver alterações na sensibilidade.

Silicone nos seios tira a sensibilidade das mamas?

Por todas essas razões, muitas vezes colocar silicone nos seios tira a sensibilidade da região. Porém, é importante destacar que essa alteração costuma ser parcial, ou seja, não é uma perda, e sim uma redução das sensações na área das mamas e aréolas.

Além disso, geralmente essa perda da sensibilidade é temporária. Na maioria das vezes, ela retorna progressivamente e, entre 6 e 18 meses após a realização da cirurgia, a região volta ao normal.

A redução na sensibilidade pode ser maior ou menor em cada caso. Assim, em algumas mulheres, a própria anatomia da paciente favorece ou prejudica a manutenção da sensibilidade.

Além disso, o tamanho das próteses e a extensão da incisão podem trazer um impacto maior sobre os nervos. Consequentemente, a intensidade das sensações também pode ser mais ou menos afetada.

E como cada ser humano é único, as reações também podem variar bastante. Da mesma forma que há mulheres que têm sua sensibilidade reduzida, outras percebem uma hipersensibilidade nas mamas e nas aréolas.

Assim, as aréolas podem coçar, apresentar irritação ao toque (até mesmo do sutiã) e as mamas ficarem um pouco mais doloridas que o normal. Porém, assim como a insensibilidade, a hipersensibilidade também é temporária e tende a regredir.

O que fazer para melhorar a sensibilidade das mamas?

O primeiro passo para não perder ou melhorar a sensibilidade das mamas é escolher a prótese de tamanho adequado. Afinal, silicones exagerados tendem a acentuar o problema.

Além disso, depois da cirurgia, a sensibilidade pode ser melhorada com massagens nas mamas. O toque suave, delicado e diário consegue acelerar a recuperação da comunicação entre os nervos da pele e o cérebro, que passa a responder melhor a esses estímulos.

Portanto, mesmo que a curto prazo você tenha algumas sensações diferentes durante o sexo, essa condição tende a passar. A mamoplastia de aumento também não prejudica a amamentação, desde que o médico use técnicas apropriadas para a mulher em idade fértil.


Silicone Center

Gostou do post? Tirou suas dúvidas sobre a sensibilidade das mamas depois de colocar silicone? Quer saber mais sobre essa cirurgia?

Então, siga-nos no Facebook e Instagram para não perder nenhuma das nossas publicações!

Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


(Preencha, envie e aguarde a confirmação)


Turbinar ou não turbinar

Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

Simulador de Próteses de Silicone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *