Explante de silicone: é verdade que os seios pequenos estão na moda?

Compartilhe !

Será que os seios pequenos vão entrar na moda? Afinal, nos últimos tempos você deve ter ouvido sobre pessoas que retiraram as próteses na cirurgia de explante de silicone.

Mas até que ponto isso revela uma tendência? O que acontece com quem tira o silicone? Como ficam os seios? Isso é o que você vai saber agora. Confira!

O que é o explante de silicone?

O explante de silicone, ou explante mamário, é a cirurgia para retirar a prótese de silicone.

Qual é o motivo para o explante de silicone?

Existem alguns motivos para o explante de silicone. Conheça os principais:

1. Insatisfação com o tamanho das mamas

Geralmente, as pacientes que retiram o silicone não estão felizes com o tamanho das mamas. Assim, às vezes aparecem mulheres que desejam ficar com seus seios naturais novamente.

No entanto, muitas outras mulheres fazem o caminho contrário. Elas retiram uma prótese pequena e colocam outra maior, para ficarem com os seios ainda mais volumosos.


Aumentar os Seios

2. Medo de uma possível doença do silicone

Existem ainda mulheres que retiram o silicone porque acreditam que a prótese causa determinados sintomas em seu corpo. No entanto, essa é uma hipótese que a Ciência ainda não comprovou.

Além desses sintomas serem comuns em mulheres que não colocaram  silicone também, nem sempre o explante resolve o problema.

Portanto, esses sintomas podem ter muitas outras origens que não o silicone. Alguns deles podem ser, inclusive, de ordem emocional.

3. Complicações pós-cirúrgicas

Algumas mulheres, mesmo gostando muito dos seios com silicone, enfrentam algum tipo de complicação após a cirurgia.

Muitas vezes, o médico dá a opção de substituir o silicone ou de retirá-lo definitivamente. Então, nesse momento, algumas escolhem fazer o explante.

Embora essas complicações sejam raras, algumas mulheres que colocaram silicone há muito tempo têm esses problemas.

Lembre-se de que, há 15 ou 20 anos atrás, as próteses não eram tão desenvolvidas quanto agora. Portanto, elas tinham uma durabilidade limitada.

Também era mais comum as mulheres terem problemas como rejeição e contratura capsular. Assim, elas precisavam trocar o silicone depois de 10, 15 ou 20 anos após a cirurgia.

Mas hoje, com toda a tecnologia usada para fazer as próteses e as novas técnicas, essas complicações quase não existem. Menos de 1% das mulheres enfrenta esse tipo de situação. Por isso, não precisam retirar o silicone.

Como é feito o explante de silicone?

A cirurgia para retirar o silicone é mais complexa do que o procedimento para colocá-lo.

perguntas frquentes prótese de silicone

Enquanto a mulher fica com o silicone no corpo, o organismo forma uma membrana em volta da prótese, como se fosse uma cápsula.

Assim, quando o médico retira o silicone, ele não pode apenas extrair a prótese. Ele precisa retirar também essa cápsula que se formou e um pouco de tecido mamário que está em volta dela.

Para isso, ele precisa fazer uma incisão maior e, ao final do processo, o peito ficará um pouco menor do que antes de colocar a prótese.

Portanto, os médicos recomendam que essa decisão seja tomada com muita conscientização e que a paciente esteja ciente desse resultado.

Quais são os resultados do explante mamário?

Quem planeja um explante mamário precisa pensar muito bem. Afinal, tirar o silicone não vai fazer os seios ficarem da mesma forma que eram antes da colocação da prótese.

Quando a paciente coloca silicone, a pele do peito estica para acomodar o novo volume. Se depois disso ela engravidou e os seios aumentaram, esse estiramento foi ainda maior.

Isso significa que, ao retirar a prótese, haverá um excesso de pele, causando a flacidez dos seios.

Então, se a mulher quiser retirar a prótese definitivamente, ela precisará de dois procedimentos. Um deles é a retirada da prótese e o outro é o lifting de mamas, que corrige a flacidez.

Além disso, como falamos no tópico anterior, muitas vezes o médico também precisa retirar um pouco do tecido mamário. Então, os seios ficarão menores do que antes de colocar silicone.

Seios pequenos vão virar moda?

Ninguém consegue prever, com exatidão, os rumos que a moda vai tomar. No entanto, considerando o fato de que a brasileira sempre gosta de ter um corpo mais curvilíneo e sensual, não é provável que seios pequenos virem moda.

Para que você tenha uma ideia, só no ano de 2018 foram feitas quase 300 mil cirurgias para colocar silicone no Brasil. Esse número corresponde a 18,8% de todas as cirurgias plásticas no país.

Isso significa que praticamente 1 em cada 5 cirurgias plásticas tem como objetivo aumentar os seios. Reverter essa tendência nos próximos anos ou mesmo na próxima década é pouco provável.

Enquanto isso, o número de cirurgias de explante de silicone não chega a 2% dos procedimentos.

Portanto, embora o número de explantes tenha aumentado, há muito mais mulheres querendo aumentar os seios do que retirando a prótese.

Como evitar um explante?

Como você percebeu, o explante é uma cirurgia mais complexa, que provavelmente deixará o peito menor que antes do silicone.

Então, para não precisar realizar esse tipo de cirurgia, vale a pena tomar os seguintes cuidados:

Converse muito com seu médico

Antes da cirurgia para colocar silicone, explique para ele exatamente o que você deseja. Quer ficar com os seios realmente grandes, volumosos? Não tenha vergonha de dizer isso ao cirurgião.

Porém, se você deseja um resultado mais natural, também seja clara. Leve fotos com referências ao consultório, mostrando o que você acha interessante como resultado.

Ouça o seu médico

No entanto, tão importante quanto falar com seu médico é ouvir o que ele tem a dizer. Afinal, às vezes a paciente deseja ter um resultado que não é possível devido ao seu biótipo.

O papel do cirurgião é justamente esse. Ele dirá a você se é possível chegar ao resultado que deseja e, se não for, qual é o resultado mais próximo do seu ideal.

Entenda que, ao recomendar um determinado tamanho ou modelo de prótese, ele está pensando no que é necessário para obter um resultado harmônico, proporcional ao seu corpo.

Um cirurgião plástico habilitado estudou muitos anos para isso. Então, vale a pena ouvi-lo.

Cumpra o pós-operatório para evitar o explante de silicone

Nós vimos que algumas pacientes precisam fazer o explante de silicone devido a complicações como contratura e rejeição.

Porém, em muitos casos, essas complicações não aconteceriam se houvesse obediência total às recomendações para o pós-operatório.

Então, assim que fizer a cirurgia, siga as orientações do médico. Repouse, use o sutiã pós-cirúrgico e retome as suas atividades após liberação.

Isso fará com que seu corpo se adapte rapidamente ao silicone, evitando deslocamentos, contraturas e a temida rejeição.

Entendeu o que é o explante de silicone? Gostou do conteúdo? Para não perder nossos próximos posts, siga-nos no Facebook e Instagram.

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Compartilhe !

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Quer dar um turbinada nos seus seios ? Acesse já o site do Silicone Center, preencha o formulário abaixo ou clique nas imagems abaixo e faça nosso teste e baixe nosso e-book grátis !!


    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)


    Turbinar ou não turbinar

    Tudo o que você precisa saber sobre Próteses de Silicone

    Simulador de Próteses de Silicone

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *