Saiba tudo sobre o lifting de mama!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Será que você precisa de um lifting de mama? Este procedimento, muito procurado especialmente depois da gravidez, realmente soluciona algumas queixas das mulheres em relação aos próprios seios.

Mas afinal, quando o lifting de mama é indicado? Quais são os problemas que ele resolve? Será que ele é adequado para mulheres com seios pequenos?

Isto é o que você vai descobrir neste post. Então, continue a leitura!

O que é o lifting de mama?

O lifting de mamas também é conhecido como lifting mamário ou mastopexia. Trata-se de uma cirurgia que tem como objetivo elevar os seios e eliminar a flacidez.

Portanto, esta cirurgia só é recomendada quando a mulher já desenvolveu uma condição chamada de ptose mamária, ou seja, o excesso de pele nas mamas.

Quais são os graus de flacidez mamária?

As mulheres sempre querem ter seios firmes, bem preenchidos pela mama e em uma posição adequada. Assim, a flacidez causa um grande incômodo estético.

Em alguns casos a flacidez não é tão evidente. Para esses, em que existe pouca sobra de pele, o nome dado é ptose leve.

Já em outros casos, a sobra de pele já é mais extensa, podendo ser classificados como ptose moderada ou acentuada, dependendo do grau.

A seguir, vamos explicar os diferentes graus de ptose  e como o médico faz essa avaliação.

Ptose mamária leve ou grau I

Acontece quando o seio ainda não é muito flácido. Assim, embora a mulher não esteja tão satisfeita, a pele ainda consegue sustentar as mamas.

Porém, como o médico percebe que existe uma ptose leve? Ele analisa a posição da aréola.

Em sua posição normal, a aréola fica na altura da metade do braço. Portanto, se ela fica ligeiramente abaixo disso, trata-se de uma queda, embora leve.

Ptose mamária moderada ou grau II

A ptose moderada acontece quando os seios estão mais abaixo daquela posição ideal (meio do braço), mas ainda acima do sulco mamário.

O sulco mamário é a dobra que fica abaixo do seio. Portanto, se a aréola está posicionada acima desta dobra, trata-se de uma ptose moderada.

Ptose mamária acentuada ou grau III

Na ptose de nível 3, a aréola fica posicionada abaixo do sulco mamário. Assim, existe realmente uma sobra de pele significativa.

Então, nesses casos, os mamilos costumam ficar direcionados para o chão. Trata-se de uma condição estética que incomoda muito as mulheres.

Como é feito o lifting de mama?

A técnica utilizada na cirurgia depende do grau de flacidez. Portanto, ela varia de acordo com a quantidade de pele que o médico precisa retirar.

Nos próximos tópicos, vamos falar das diversas possibilidades:

Lifting de mama com incisão periareolar

Esta técnica atende às necessidades de mulheres que têm pouca flacidez. Assim, o médico faz uma incisão circular em volta da aréola.

Em seguida, ele retira um trecho estreito de pele e sutura a região. Então, ele consegue deixar os seios firmes outra vez.

Nesses casos, a cirurgia é menos complexa. Porém, ela tem uma indicação bem específica: mulheres com mamas pequenas e ptose leve.

A cicatriz também fica bem discreta. Como ela se localiza em volta da aréola, que é uma região com mudança natural de cor, a marca não chama a atenção.

Lifting de mama com incisão vertical


Aumentar os Seios

Esta técnica costuma ser indicada para mulheres com ptose moderada. No entanto, o corte é um pouco maior.

Como o médico precisa retirar um pouco mais de pele, ele começa com uma incisão ao redor da aréola. Porém, em seguida, ele faz também um corte vertical.

Este corte vertical permite que ele retire um trecho de pele semelhante ao formato de um triângulo.

Assim, quanto maior for a extensão de pele que precisa ser retirada, mais longo é o corte. Existe a cicatriz circular e uma segunda marca, que é vertical.

O formato desta cicatriz faz com que esta técnica também receba os nomes de pirulito (lollipop) ou chave.

A técnica vertical pode ser eficiente para mulheres com seios grandes e flacidez moderada, como já dissemos. Ela promove uma elevação considerável dos seios.

Lifting de mama com incisão em forma de âncora

Embora o lifting vertical consiga uma boa elevação, em alguns casos ele não é suficiente para retirar toda a pele necessária para elevar os seios.

perguntas frquentes prótese de silicone

Então, o médico utiliza uma terceira técnica, que é o lifting em formato de âncora.

Nesses casos, o médico faz a incisão ao redor da aréola, outro corte vertical, mas também precisa fazer uma terceira incisão no sulco mamário, contornando a parte de baixo dos seios.

Como você pode imaginar, todas essas incisões permitem que ele retire uma quantidade bem maior de pele. Assim, ele consegue remodelar completamente a mama.

Trata-se de um procedimento mais invasivo e as cicatrizes ficam maiores e em formato de âncora. Porém, o resultado é muito bom.

O lifting de mama com incisão de forma de âncora atende às necessidades de mulheres com seios grandes e muito flácidos.

Vale a pena destacar que, independentemente da técnica utilizada, o médico preserva a glândula mamária e remodela a mama. Assim, ela fica na altura e formato adequados.

O lifting de mamas aumenta os seios?

O lifting de mamas não tem o objetivo de aumentar os seios. O médico preserva a glândula mamária em seu tamanho original e apenas retira os excessos de pele.

Porém, algumas mulheres têm a glândula mamária pouco densa. Grande parte do seio delas é formado por pele, gordura e outros tecidos, como o estroma.

Desta forma, se o médico simplesmente retirasse a pele em excesso, os seios ficariam muito pequenos.

Assim, nesses casos, o médico propõe a mastopexia com prótese, que é a combinação de duas cirurgias. Então, a mama fica firme e com volume adequado.

Como é o pós-operatório da mastopexia?

O pós-operatório da mastopexia é mais complexo do que o de uma colocação de prótese. Afinal, trata-se de um procedimento mais demorado e invasivo.

A paciente precisa permanecer pelo menos 12 horas em internação sendo que, em alguns casos, os médicos recomendam 24 horas.

Assim como em outras cirurgias de mama, a paciente precisa usar o sutiã pós-operatório específico. Ele será fundamental para reduzir o inchaço e contribuir para uma boa cicatrização.

Além disso, a paciente precisa tomar alguns cuidados durante o pós-operatório:

Manter os braços abaixados

Nas primeiras três semanas, o médico recomenda que a paciente não levante os braços. Afinal, ela não deve forçar os pontos.

Isso não significa que os braços precisam ficar colados ao corpo. Porém, eles precisam ser mantidos abaixo da linha dos ombros.

Não realizar esforços após o lifting de mama

Carregar peso, fazer esforço, realizar atividades domésticas e exercícios são atividades que não podem ser feitas durante o pós-operatório da mastopexia.

Todos esses esforços podem levar ao rompimento dos pontos e a dificuldades com a cicatrização dos tecidos.

Dormir de barriga para cima

Durante pelo menos 45 dias, a paciente deve dormir de barriga para cima. Ela não pode se deitar de lado e muito menos de bruços, para não exercer pressão sobre as mamas.

Ficar longe do sol

O calor, de forma geral, promove o inchaço do corpo. No pós-operatório, isso prejudica o processo de cicatrização.

No entanto, essa nem é a pior parte. Após qualquer cirurgia, é normal que a paciente fique com algumas manchas roxas, hematomas que se formaram devido ao rompimento de vasos sanguíneos pela incisão.

A luz solar tem a propriedade de fixar a cor das manchas na pele. Assim, ela pode tornar essas manchas permanentes. Por isso, é melhor evitar o sol.

Como saber se você precisa de um lifting de mama?

Se você não tem flacidez nos seios, o lifting de mamas não é a cirurgia plástica ideal para você.

Quando se trata do aumento dos seios, por exemplo, a cirurgia indicada é a colocação de prótese de silicone.

Porém, só um médico pode avaliar suas mamas e verificar qual é a opção mais adequada para obter o resultado que você deseja.

Então, procure sempre um cirurgião plástico experiente para uma avaliação completa.

Agora que você já sabe tudo sobre o lifting de mamas, que tal conhecer o procedimento para colocar prótese de silicone?

Continue aqui no blog e confira nosso manual completo!

Silicone Center - Logo

Idealizada por médicos especialistas em cirurgia plástica, o Silicone Center é uma Clínica de Cirurgia Plástica que facilita o acesso à mamoplastia de aumento e abre portas para que um maior número de mulheres possa se sentir bem com o próprio corpo.
Responsável Técnico: Dr Wagner Montenegro | CRM 51.769

Aumento de Mamas Silicone Center


Fale Conosco Pelo Whatsapp


Simulador de Próteses de Silicone Agendar Consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *